Luxemburgo faz alerta a corintianos

A alegria pela convocação de Marcelinho, Ricardinho e Ewerthon para a seleção contagiou o Corinthians hoje à tarde. Mas o técnico Wanderley Luxemburgo quer evitar que o excesso de clima de euforia prejudique o time na partida decisiva contra o União São João, domingo, no Pacaembu. Os três jogadores também falaram que antes de comentar suas participações na partida contra o Peru, quarta-feira, no Morumbi, pelas eliminatórias para a Copa de 2002 não podem se esquecer da partida do time do Parque São Jorge."É claro que estou muito feliz pela minha volta à seleção", disse Marcelinho, que não era convocado desde um amistoso contra o Equador, em 1998, nos Estados Unidos. "Devo isso ao Corinthians, ao técnico Wanderley Luxemburgo e aos meus companheiros. Temos um importante jogo contra o União, e depois da partida é que poderei me concentrar totalmente na seleção", reafirmou Marcelinho.O meia Ricardinho, que havia participado da seleção pela última vez na derrota para o Chile por 3 a 0, pelas eliminatórias, no ano passado, ainda sob o comando de Luxemburgo, também não consequia esconder seu contentamento por ter sido chamado por Émerson Leão. "É a prova que o Corinthians vive um grande momento. É um prêmio pelo nosso empenho e acredito que outros jogadores do time poderão ter outras oportunidades", disse o meia.Ricardinho também ressaltou que o Corinthians tem um jogo que pode ser decisivo para a classificação no Paulista. Ele fez questão de afirmar que a convocação não aumenta a responsabilidade pela vitória."Nós temos o compromisso em conseguir os três pontos. Não temos agora de falar muito de seleção, porque antes mesmo há o compromisso com a vitória no domingo", reafirmou Ricardinho.Ewerton, apesar de um dos mais jovens do time (tem 19 anos), é um dos mais "experientes" em seleção. Ele disse que desde os 14 anos começou a ser convocado nas categorias amadores. Foi da seleção juvenil e juniores. No começo do ano foi campeão sul-americano sub-20. Mas hoje ao saber que havia sido chamado por Leão até perdeu a fala. "Um repórter de uma emissora de rádio me telefonou e deu a notícia. Na hora não acreditei e nem conseguir falar. É claro que é uma alegria muito grande. Espero corresponder no jogo contra o União, que será também de grande importância para o Corinthians." Antes do treino, Luxemburgo teve uma reunião de meia hora com o elenco. O tema do assunto foi justamente a seleção. O treinador deu parabéns aos convocados e tentou confortar outros que não foram chamados como o lateral-esquerdo André Luís. O técnico pediu também aos jogadores convocados para que não percam a concentração para a partida contra o União São João. "É uma decisão, e pode ser nosso futuro na competição?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.