Sérgio Neves/AE
Sérgio Neves/AE

Luxemburgo faz as pazes com presidente do Conselho

Treinador diz que conversou com o dirigente e que as 'discordâncias' foram resolvidas no vestiário

AE, Agencia Estado

14 de setembro de 2009 | 18h58

A vitória do Santos contra o Santo André serviu para que a paz fosse restabelecida entre duas figuras importantes no clube: o presidente do Conselho Deliberativo, José da Costa Teixeira, e Vanderlei Luxemburgo.

 

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A revelação de que o impasse está superado foi feita pelo treinador em seu blog, nesta segunda-feira. "No final da partida recebi em minha sala dentro do vestiário o Presidente do Conselho Deliberativo José da Costa Teixeira. Pudemos conversar sobre nossas discordâncias. Na presença também do presidente Marcelo Teixeira, tudo ficou devidamente esclarecido para que o Santos caminhe forte e unido no Campeonato Brasileiro".

Ao saber que o técnico julgou inoportuna a declaração de que o time causa tristeza e morre no segundo tempo dos jogos, Teixeira afirmou que era a maior autoridade do clube e que Luxemburgo era um simples empregado. "Não preciso pedir autorização a ninguém para dizer o que eu penso."

A aproximação entre os dois partiu do presidente do clube, Marcelo Teixeira, em uma tentativa de salvar o ano do Santos com a classificação para a Libertadores de 2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.