Luxemburgo faz treino de finalização puxado para atacantes

Técnico do Palmeiras quer melhorar a pontaria de seus jogadores e pega pesado nesta quarta-feira

Juliano Costa, Jornal da Tarde

05 de março de 2008 | 20h27

Por 30 minutos, quatro dos jogadores mais badalados do elenco sofreram nas mãos de Vanderlei Luxemburgo, no treino do Palmeiras na tarde desta quarta-feira, na Academia de Futebol. Das 18h às 18h30, Valdivia, Diego Souza, Denilson e Kléber participaram de um puxado treinamento de finalização. Os quatro saíram esgotados de campo. Veja também: Palmeiras se apressa para renovar visto de Valdívia Para internautas, Valdivia não exagerou na comemoração do gol Aos gritos, Luxemburgo cobrou empenho, atenção e dedicação dos jogadores no treinamento. "Vai pra lá, vai pra cá, esquerda, direita, volta pra trás, vai pra frente", gritava o treinador, antes de soltar uma bola na frente do ‘condenado’ da vez. Depois de pelo menos 15 segundos de piques curtos, atendendo aos comandos de voz do treinador, os jogadores ainda precisavam carregar a bola até a meia-lua e chutá-la a gol - Marcos era quem estava debaixo do travessão. "Levanta a cabeça e tira do goleiro", gritava Luxa. O resultado até que foi bom. Valdivia, Diego Souza, Kléber e Denilson mostraram boa pontaria. Este último foi quem mais ouviu broncas do treinador, principalmente pelos chutes de direita, seu ponto fraco. Diego Souza foi o destaque, mas Valdivia e Kléber não ficaram muito atrás. Alex Mineiro, artilheiro da equipe no Paulistão com sete gols, não participou do treinamento. Saiu antes, para fazer um trabalho muscular à parte. O treino estava marcado para às 16h30, mas só começou às 17h10. "Pegamos muito trânsito no caminho", contou o lateral-direito Elder Granja. Por determinação de Luxemburgo, o elenco está concentrado num hotel da região central da capital paulista desde a noite de terça-feira. "É bom para cuidarmos da alimentação", disse Granja. ATENÇÃO TOTAL O próximo jogo do Palmeiras é domingo, contra o Bragantino, em Bragança Paulista. Nenhum jogador está suspenso, mas cinco estão pendurados: o zagueiro reserva Maurício, o volante Pierre, os meias Valdivia e Diego Souza e o atacante Lenny. Na rodada seguinte, o rival será a Ponte Preta, no Palestra Itália. Com 18 pontos, só um a menos que o Palmeiras, o Bragantino é considerado pelos jogadores como um adversário direto na luta pela classificação para as semifinais. "A vitória sobre o Corinthians nos deu moral, mas de nada vai adiantar se não vencermos também o Bragantino", alertou Elder Granja. "Foi em jogos assim que nos complicamos antes. Não podemos dar bobeira." Nesta quinta à tarde, Luxemburgo comanda um treino coletivo para definir a equipe que joga no domingo. PACOTÃOO meia Sandro Silva, do Mirassol, é um dos jogadores que mais têm chamado a atenção de Luxemburgo durante o Paulistão. O lateral-esquerdo Vicente, da Ponte Preta, o meia Douglas, do São Caetano, e o atacante Otacílio Neto, do Noroeste, também são jogadores que já receberam sondagem da diretoria. Mas nenhuma proposta oficial foi feita até agora.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.