Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Luxemburgo festeja vitória e lembra que Flamengo freou o Vasco

Rubro-Negros não são derrotados pelos arquirrivais desde 2012

Estadão Conteúdo

23 Março 2015 | 08h49

O técnico Vanderlei Luxemburgo festejou muito a vitória do Flamengo por 2 a 1 sobre o Vasco, domingo, no Maracanã, pela 11ª rodada do Campeonato Carioca. Ele destacou a importância do triunfo por frear o rival, que até então era o líder do torneio estadual, e celebrou a presença em massa das torcidas - o jogo teve público pagante de 51.085 pessoas.

"Foi uma vitória boa para não deixar o Vasco escapar. Quando a chuva parou, começamos a jogar e tivemos chances de matar o jogo. Foi uma grande partida, com 56 mil pessoas. Isso que é legal para o futebol", disse.

Luxemburgo lembrou que se tratou de um clássico cheio de alternativas e reconheceu a superioridade vascaína no primeiro tempo, mas elogiou a superação da sua equipe. "Temos que valorizar o clássico. O time entrou bem ligado, mas de repente, teve aquela chuva toda, parou, esfriou... Depois, o Vasco entrou melhor, com um jogador de bola parada perigosa. Com a bola molhada, fica mais difícil", afirmou.

O treinador explicou a decisão de colocar Everton, recém-recuperado de lesão, na volta para o segundo tempo, no lugar de Gabriel. "Tínhamos muitos lesionados: Éverton, Paulinho, Arthur Maia, Nixon... Trouxe o Everton para o banco e não coloquei o Arthur, por conta da chuva. Não podia usar os dois voltando de lesão. Com a experiência que tem, o Everton entrou bem. Corremos risco, mas deu tudo certo", comentou.

Além de tirar o Vasco da liderança do Campeonato Carioca - agora é o quarto colocado com 26 pontos -, o Flamengo ultrapassou o rival nos critérios de desempate e assumiu o terceiro lugar. O time volta a entrar em campo na próxima quarta-feira, quando vai receber o Bangu, no Maracanã, pela 12ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.