Luxemburgo: imprensa européia receosa

Mesmo reconhecendo que se trata do técnico mais vitorioso do Brasil, as reações à contratação de Vanderlei Luxemburgo pelo Real Madrid na Europa são diversas e muitos jornais europeus têm destacado aspectos pouco abonadores de sua vida, privada e profissional.Esse é o caso, por exemplo, do jornal formador de opinião na Espanha, El País que o define como "um técnico com estrela", mas trata igualmente de seus problemas com a Justiça brasileira no ano 2000, quando ele viveu " um verdadeiro inferno astral", sofrendo processos judiciais causados pelas declarações de sua ex-secretária e amante, Renata Alves. As acusações dessa mulher sobre a pratica de fraude fiscal e cobrança de comissões para valorizar jogadores chamados a atuar na Seleção, acabaram resultando numa primeira condenação a cinco anos de prisão e uma absolvição em segunda instância, afirmam diversos jornais europeus. Dessa forma, a imprensa européia vê com ceticismo e um certo ?pé atrás? o desembarque do treinador em Madri.O jornal espanhol El Mundo , por exemplo, traça o perfil do técnico assim: um personagem contraditório do futebol brasileiro, um triunfador com luzes e sombras, um homem que ganhou a Copa América e cinco campeonatos do Brasil, mas também foi condenado por fraude fiscal e falsificação de identidade. Ele reduziu sua idade quando jogador e mudou a grafia de seu nome, registrado como Vanderlei mudou para Wanderley com W e Y. Para o jornal, o técnico brasileiro já foi acusado de quase tudo, "menos pela morte de Manolete" (expressão popular espanhola e relativa a esse famoso toureiro).Até agora, a maior parte das grandes estrelas do Real, jogadores como Zidane, Owen, Raul, Figo, Beckham, estão quietos, não se pronunciam e lembram que essa foi uma escolha pessoal do presidente do clube. O ex-técnico, Vicente del Bosque, atualmente no Besiktas de Istambul, também analisa com ceticismo e surpresa a escolha do brasileiro. "A única coisa que posso dizer é que essa foi uma grande surpresa. Acredito que os dirigentes do Real farão o melhor para o clube, mas sua ficha é questionável".Escândalos - Já o principal jornal esportivo francês, L`Equipe, apesar de também se declarar surpreso com essa contratação, o sexto técnico do Real em apenas um ano e meio, reconhece seu talento. O matutino o considera "um vencedor sulfuroso", cuja carreira não foi construída unicamente de triunfos, mas também de "escândalos que sempre o acompanham".O jornal esportivo francês ajuda a deteriorar a imagem de Luxemburgo, tratando nas suas paginas não só de seus processos por fraude, mas também de acusações de assédio sexual e mesmo de uma tentativa de estupro de sua própria manicure. Mesmo tendo sido absolvido pela justiça, "o perfume" do escândalo permaneceu, afirma o L`Equipe.Só A Gazzetta dello Sport, da Itália, trata melhor Luxemburgo, afirmando que sua escolha constitui a primeira grande iniciativa do italiano Arrigo Sacchi como diretor técnico do Real Madrid. O jornal destaca ainda as primeiras declarações de Luxemburgo: " A minha receita é simples: disciplina, união e trabalho". Ele vai precisar muito dessa receita para melhorar sua imagem fora o ambiente esportivo na Europa. As vitórias poderão ajudá-lo a apagar esses desvios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.