Divulgação/Cruzeiro
Divulgação/Cruzeiro

Com três mudanças no time titular, Cruzeiro bate Goiás por 1 a 0

Treinador optou por deixar três jogadores titulares no banco 

LEONARDO AUGUSTO, ESPECIAL PARA A AE, Estadão Conteúdo

12 de julho de 2015 | 18h13

Funcionou a sacudida que o técnico Vanderlei Luxemburgo deu no time do Cruzeiro para a partida contra o Goiás, na tarde deste domingo, no Mineirão. Com três titulares no banco por decisão do treinador, a equipe celeste venceu o jogo por 1 a 0, em jogo pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro. As trocas de Luxemburgo foram dos atacantes Leandro Damião e Willian, por Marinho e Joel, respectivamente, e do lateral direito Mayke por Ceará.

Com a vitória, o Cruzeiro vai a 16 pontos, por enquanto no 11.º lugar do Campeonato Brasileiro, ainda perto da zona de rebaixamento. O Goiás é o 15.º, com 13 pontos, mesma pontuação do Avaí, que está na zona de degola.

O jogo começou com muitos passes por parte das duas equipes mas sem jogadas que ameaçassem o adversário. A partir dos 20 minutos, no entanto, o cenário mudou, mas apenas para o Cruzeiro. O time passou a tentar chutes de fora da área principalmente com Marinho. Com essa estratégia, o jogador obrigou o goleiro Renan a fazer boas defesas aos 21 e aos 26 minutos.

Aos 38, o gol do Cruzeiro saiu depois de jogada envolvendo dois dos três reservas colocados em campo por Luxemburgo. Depois de cruzamento de Ceará, Joel cabeceou sem chances para Renan. O Cruzeiro por pouco não marcou novamente em três boas tramas seguidas de Joel e Arrascaeta.

O Cruzeiro manteve a pressão no segundo tempo. Aos 9 minutos, Marinho tabelou com Marcus Vinícius mas, quando ficou cara a cara com o goleiro, foi pressionado por Diogo Barbosa e acabou chutando sobre Renan. Já nos acréscimos, Marinho cobrou bem falta da entrada da área. Renan defendeu.

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO 1 X 0 GOIÁS

CRUZEIRO - Fábio; Ceará (Mayke), Manoel, Leo, Fabrício; Charles e Henrique e Arrascaeta (Gabriel Xavier); Marcus Vinícius, Marinho e Joel (Vinícius Araújo). Técnico - Vanderlei Luxemburgo.

GOIÁS - Renan; Valmir Lucas (Ygor), Felipe Macedo, Fred e Diogo Barbosa; Rodrigo, David (Patrick), Liniker (Wesley) e Felipe Menezes; Bruno Henrique e Carlos Eduardo. Técnico - Julinho Camargo.

GOL - Joel, aos 38 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Emerson Luiz Sobral (PE).

CARTÕES AMARELOS - Leo, Diogo Barbosa, Marinho

PÚBLICO - 11.802 pagantes.

RENDA - R$ 362.200,65.

LOCAL - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroBrasileirãoGoiás

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.