Luxemburgo não fala com jornalistas

O técnico do Corinthians, Wanderley Luxemburgo, chegou com 5 minutos de atraso ao prédio da Justiça Federal, no centro do Rio de Janeiro, para a audiência em que ele e a estudante de direito Renata Alves são acusados de sonegação fiscal. Luxemburgo tinha a expressão fechada, e afirmou que não falaria com a imprensa nem antes, nem depois da audiência. O técnico chegou acompanhado do seu advogado Michel Assef. Depois dessa audiência, em que serão ouvidas as testemunhas de defesa de Luxemburgo e Renata, o técnico permanecerá no prédio da Justiça Federal, onde em seguida haverá outra audiência, referente ao processo em que ele é acusado de falsidade ideológica. Nesse processo, será interrogado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.