Luxemburgo não quer jogo de domingo sobrevalorizado

No Flamengo, ninguém nega que o jogo deste domingo, contra o São Paulo é muito importante para manter a equipe rubro-negra sonhando com o título brasileiro. Mas o técnico Vanderlei Luxemburgo não quer deixar que a partida seja sobrevalorizada. Para ele, ainda que os flamenguistas venham a perder no Morumbi, a competição segue em aberto.

AE, Agência Estado

30 de setembro de 2011 | 20h56

"Jogo importante, clássico de confronto direto. Fizemos um jogo maravilhoso contra o Santos, considerado o jogo da década. Tomara que seja um grande jogo, mas não define a competição. Pode avançar ou ficar parado, mas não define a competição", disse o treinador nesta sexta-feira.

Apesar de a equipe dele ter despencado na tabela, fora da zona de classificação da Libertadores, e já ver o Vasco oito pontos na frente, Luxemburgo prefere um discurso otimista. "Estávamos sem ganhar há dez jogos, agora são três sem perder. Momento ruim vai ofuscando e tirando as coisas boas que aconteceram", analisou o técnico, que negou que seu time vá jogar recuado contra o São Paulo. "Acho que nesse campeonato pode até empatar, mas não pode jogar por empate."

O Flamengo deve encarar o Morumbi lotado no domingo com: Felipe; Galhardo, Alex Silva, Welinton e Junior Cesar; Airton, Willians, Renato e Thiago Neves; Ronaldinho e Deivid. A única dúvida é Willians, que deixou o treino desta sexta-feira com uma torção no joelho e pode ser substituído por Maldonado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoCampeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.