Luxemburgo não quer pressão em Robinho

Vanderlei Luxemburgo sabe que Robinho é a principal pérola de que dispõe no momento. Mas a experiência de lidar com astros lhe ensinou a ser cauteloso. Por isso, tratou de tirar o foco de atenção do craque recém-chegado e diminuiu sua importância na equipe. Em entrevista ao site oficial do Real Madrid, o treinador foi enfático ao definir o papel do ex-santista.?Robinho não é o Real Madrid, nem o Real é o Robinho?, afirmou, com jogo de palavras. ?Trata-se de um jovem que acabou de chegar à Europa e está em busca de espaço?, ponderou. ?É preciso ir com calma. Afinal, o que seria o Real Madrid sem os outros jogadores?? Por conta dessa linha de raciocínio precavido, Luxemburgo negou-se a adiantar que Robinho começa como titular na partida deste sábado contra o Celta, no estádio Santiago Bernabéu. ?Não sei ainda?, disfarçou, sempre nas declarações ao site do clube. ?Preciso analisar como estão os jogadores que voltaram de compromissos de seleções?. O craque brasileiro é um deles e passou por maratona nas últimas semanas. Mas, segundo se fala em Madri, dificilmente o treinador frustrará a torcida, que já esgotou ingressos só para ver Robinho. Luxemburgo foi ágil ao driblar perguntas a respeito de comparações que já vêm sendo feitas em relação a Ronaldinho Gaúcho e Robinho. Ele elogia os dois e passa batido pela discussão que remete à rivalidade entre Real e Barcelona. ?São coisas do futebol?, lembrou. ?A imprensa sempre procura esse tipo de polêmica. Para mim tanto faz quem é melhor?, argumentou. ?Não sou obrigado a responder a pesquisas de jornais. Sou profissional de futebol?. O técnico lamentou a ausência de Zidane, mostrou-se ousado, ao lembrar que o Real brigará por todos os títulos da temporada, e já está de olho no Lyon, rival de estréia da Liga dos Campeões da Europa. ?Antes, porém, temos o Celta?, lembrou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.