Luxemburgo pede mudança de atitude no Fluminense

Com a derrota no primeiro Fla-Flu do novo Maracanã, o Fluminense segue em situação complicada no Brasileirão, perigosamente perto da zona de rebaixamento - está em 14º lugar, com 14 pontos. Por isso mesmo, o técnico Vanderlei Luxemburgo pede uma mudança de atitude na equipe, ressaltando que é preciso esquecer o sucesso que esse grupo alcançou no passado recente, principalmente com o título brasileiro do ano passado.

AE, Agência Estado

12 de agosto de 2013 | 10h30

"Não quero saber do passado do Fluminense, mas, sim, do futuro. Ou muda ou vamos ficar na parte de baixo da tabela", avisou Luxemburgo, ressaltando que o momento do Fluminense é de um recomeço. "Não falo da parte tática ou técnica, mas, sim, da atitude. E, para recomeçar, é preciso ralar o rabo no chão."

Autor dos dois gols do Fluminense na derrota por 3 a 2 para o Flamengo, o atacante Rafael Sóbis reconhece que o momento da equipe não é bom. "Trocaria os gols pela vitória. Mas, infelizmente, é assim. Paciência. Tem muito campeonato, temos que tentar vencer no próximo jogo", disse o jogador.

O próximo jogo do Fluminense será já nesta quarta-feira, quando recebe o quarto colocado Corinthians, novamente no Maracanã. E Luxemburgo terá desfalques importantes para a partida: o volante Jean e o atacante Fred, ambos com a seleção brasileira, e o lateral-esquerdo Carlinhos, suspenso.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseLuxemburgo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.