Luxemburgo prepara o Santos para clássico com Corinthians

Líder isolado do Campeonato Paulista, o Santos abriu quatro pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o São Paulo, depois dos jogos do último domingo. Agora, o time santista se prepara para o clássico contra o Corinthians, que acontece quarta-feira, na Vila Belmiro, pela 16.ª rodada da competição, quando pode garantir a classificação antecipada para as semifinais.O problema é que o técnico Vanderlei Luxemburgo ganhou mais um importante desfalque, mesmo poupando alguns titulares na vitória de domingo, sobre o Rio Claro, por 2 a 1. O meia Cleber Santana entrou no segundo tempo do jogo e acabou levando o terceiro cartão amarelo. Assim, irá cumprir suspensão contra o Corinthians."Estávamos perdendo o meio-de-campo e, para conseguirmos a vitória, tivemos que correr o risco de pôr em campo um jogador importante que estava pendurado com dois cartões amarelos. Perdemos o Cleber, mas ganhamos o jogo", explicou Luxemburgo, que já não poderia contar com dois titulares no clássico. Afinal, o lateral-esquerdo Kléber está na seleção brasileira, enquanto o volante Maldonado também defende a equipe do Chile em amistosos.Mas os desfalques não parecem preocupar o Santos. Mesmo porque, Luxemburgo vem fazendo um rodízio de jogadores, para que alguns titulares possam descansar, e o time está mantendo o ritmo, vencendo tanto no Paulistão quanto na Libertadores. Assim como aconteceu contra o Rio Claro, os reservas entraram em mais três partidas da competição estadual - com Marília, Rio Branco e Ituano -, vencendo todas."Repito sempre que o Santos não é um time titular e sim, um grupo de jogadores", afirmou Luxemburgo. O único jogador que participou dos 21 jogos oficiais da temporada até agora foi o goleiro Fábio Costa, que prefere jogar sempre para não perder o ritmo. Dessa maneira, Luxemburgo já sabe quem irá entrar no lugar de Cléber Santana. É o meia Pedrinho, que chegou a jogar algumas vezes no ataque santista, mas será escalado para jogar ao lado de Zé Roberto no meio. "Prefiro partir com a bola dominada lá de trás", avisou o jogador."Vamos trabalhar forte para o clássico. Tomamos um sufoco no segundo tempo contra o Rio Claro, no domingo, mas foi normal porque o time ainda não tinha jogado com aquela formação", afirmou Luxemburgo, consciente de que uma vitória sobre o Corinthians pode dar a classificação antecipada e também a confiança necessária para o Santos buscar o bicampeonato paulista.Contra o Corinthians, o Santos também terá o retorno dos titulares que foram poupados no domingo. É o caso do atacante Rodrigo Tiuí, que só entrou no segundo tempo contra o Rio Claro, do volante Rodrigo Souto e do zagueiro Antônio Carlos. O defensorAntônio Carlos, inclusive, é um caso diferenciado no elenco do Santos. Segundo Luxemburgo, o jogador de 37 anos precisa ser poupado freqüentemente, por não agüentar mais o ritmo de dois jogos por semana. "Afinal de contas, ele já é um senhor. Embora ele esteja em forma e não tenha sofrido nenhuma lesão neste ano", brincou o treinador, que conta com o veterano zagueiro para vencer o Corinthians na quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.