Luxemburgo promete força máxima do Palmeiras no domingo

Técnico quer empenho dos jogadores para terminar em primeiro e ter vantagem nas semifinais do Paulistão

Daniel Akstein Batista, O Estado de S. Paulo

04 de abril de 2008 | 19h50

O técnico Vanderlei Luxemburgo garante que o Palmeiras vai brigar para terminar a primeira fase do Campeonato Paulista na primeira colocação. E, por isso mesmo, ele não deve poupar nenhum jogador para a partida decisiva de domingo, contra o Barueri, fora de casa. Veja também: Simule a classificação final da primeira fase do Paulistão Quais times devem se classificar para a semifinal do Paulistão Classificação Próximos jogos Para terminar a fase de classificação na liderança, o Palmeiras precisa vencer em Barueri e ainda torcer por um tropeço do Guaratinguetá, que jogará contra o Ituano, em Itu, também no domingo. Afinal, os dois times estão empatados em primeiro lugar do Paulistão, ambos com 37 pontos, mas o Guaratinguetá leva vantagem sobre o Palmeiras nos critérios de desempate. Luxemburgo já avisou seus jogadores que o Palmeiras precisa ficar na liderança, pois, assim, terá a vantagem de jogar por dois resultados iguais na semifinal e numa possível decisão do título. Dessa maneira, o treinador pretende escalar o melhor time possível no domingo. O problema de Luxemburgo é que dois jogadores considerados titulares da equipe palmeirense estão suspensos e não podem jogar no domingo: o meia Valdivia e o atacante Kléber. A vaga no meio-de-campo deve ficar com o volante Martinez, que está em alta com o treinador após bom desempenho na vitória sobre o Central (5 a 1), na última quarta-feira, em Caruaru (PE), pela Copa do Brasil. E o ataque será formado por Alex Mineiro e Denilson. Como sempre, Luxemburgo ainda tenta despistar e faz mistério: diz que vai divulgar a escalação apenas momentos antes do jogo contra o Barueri. Mas, pela sua definição da partida de domingo, nem o volante Pierre (pendurado com dois cartões amarelos) deve ser poupado. "É um jogo decisivo para nós em busca de uma colocação melhor. Ainda podemos alcançar mais uma etapa", declarou o treinador do Palmeiras. E, quando perguntado sobre o caso específico de Pierre, que poderia ser poupado no domingo para não desfalcar o time na semifinal, Luxemburgo foi claro: "Se falo em valorizar meu elenco, vou poupar o Pierre? Se ele tiver de tomar cartão, vai tomar." O jogo de Barueri colocará frente a frente dois dos melhores ataques do Paulistão. Os donos da casa já marcaram 34 gols (mesmo número da Ponte Preta), enquanto o Palmeiras fez um gol a menos até agora. Por isso mesmo, a partida promete ter muita ofensividade. "Vai ser 6 a 6", brincou Luxemburgo, lembrando que o Barueri ainda luta pela vaga nas semifinais do Paulistão - depende de uma combinação de resultados na última rodada. "Não dá para precisar antes (o placar). Eles precisam da vitória e, pelas minhas características, também vamos buscar a vitória."

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasVanderlei Luxemburgo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.