Luxemburgo quebra resistências na CBF

A trajetória recente de Corinthians e Wanderley Luxemburgo se confundem. O time não perde há um mês, tirou o pé da lama e está na briga por vaga para as semifinais do Campeonato Paulista. O treinador saiu do ostracismo, abafou em parte a pressão provocada por denúncias de irregularidades em sua vida fiscal e volta a ser visto como "salvador da pátria". Por enquanto, só da "nação alvinegra". Sete vitórias consecutivas foram suficientes para fazer com que Luxemburgo se transformasse novamente em centro de atenção - e não mais só de parlamentares ou de fiscais da Receita Federal. Na sede da CBF, no centro do Rio, seu nome já não é tabu.Leia a íntegra no Estado

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.