Luxemburgo quer Corinthians atento

Diminuir a margem de erro. É assim que o Corinthians pretende estrear na Copa do Brasil contra o Joinville, nesta quarta-feira, às 21h40, em Joinville. O técnico Wanderley Luxemburgo ressaltou que, por se tratar de uma competição com jogos eliminatórios, a atenção tem de ser redobrada. "Cada fase tem 180 minutos. É necessário errar menos do que normalmente ocorre em outras competições, porque não há muito tempo para se recuperar", ressaltou o treinador, que não faz críticas aos sistema da Copa do Brasil. Mas o treinador ressaltou que disputar duas competições simultâneas, com apenas a troca do tipo de bola do Campeonato Paulista para a Copa do Brasil pode atrapalhar os atletas, que terão de adaptar rapidamente à mudança de uma competição para a outra. "O ideal seria mesmo que a gente seguisse um único torneio, para depois entrar no outro", explicou o técnico.A empolgação pela goleada sobre o Santos por 5 a 0, domingo no Pacaembu, pelo Paulista, serve de estímulo para os jogadores do Corinthians. O treinador admitiu que o ambiente melhorou muito no Parque São Jorge. Mas nem por isso Luxemburgo quer o time desatento em campo, sem prestar atenção na orientação tática. "Claro que vamos tentar alcançar a classificação já nessa partida, sem a necessidade do jogo de volta. Mas não podemos deixar de admitir que a vitória simples ou até o empate são considerados bons resultados para nós", disse o técnico, que só vai divulgar a escalação do time pouco antes da partida. Assim, Luxemburgo vai manter em suspense a disputa pela posição entre os atacantes Paulo Nunes e Éwerthon. O lateral-esquerdo André Luís, que deverá recuperar a posição (ele não jogou contra o Santos, porque estava suspenso) disse que todo mundo põe o Corinthians como favorito, mas o time não pode se acomodar com a situação. "Temos de jogar como foi diante do Santos. No ataque, em busca dos gols. Já sabemos os problemas que as derrotas trazem, por isso o importante é voltar de lá com uma vitória, não importando a contagem de gols", ressaltou André Luís.O meia Ricardinho ressaltou que em uma competição do estilo da Copa do Brasil, com dois jogos por fase, é fundamental disputar a primeira partida fora de casa. "Melhor ainda se conseguir a vitória", disse Ricardinho, que quer os três pontos para dar seqüência à recuperação da equipe. "É uma competição nova, e a estréia é aguardada com muita expectativa. O zagueiro Scheidt e o volante Marcos Senna, que também não enfrentaram o Santos, porque estavam suspensos, poderão voltar ao time esta noite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.