Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Luxemburgo reclama de falta de tempo para treino no Flu

Para ele, o fato de ainda não ter tido uma semana livre para treinar a equipe tem prejudicado o rendimento em campo

AE, Agência Estado

26 de agosto de 2013 | 19h45

RIO - Desde que assumiu o Fluminense no fim do mês passado, Vanderlei Luxemburgo tem comandado o time em uma maratona de jogos. Foram oito em 25 dias, o que fez o treinador reclamar nesta segunda-feira. Para ele, o fato de ainda não ter tido uma semana livre para treinar a equipe tem prejudicado o rendimento em campo, o que seria um dos causadores da má fase da equipe carioca.

"Uma semana pra trabalhar é fundamental, não tive nenhuma até agora. Tenho que arrumar o time no papo, pois só consigo trabalhar por 20 minutos nas vésperas dos jogos, não posso forçar mais porque senão eles ficam cansados para disputar as partidas. Vamos ter que sofrer um pouquinho", declarou.

Para superar esse cansaço e a falta de tempo para trabalhar, Luxemburgo conta com a experiência de seus jogadores. É nisto que ele aposta na Copa do Brasil, competição na qual o Fluminense venceu o Goiás na partida de ida das oitavas de final por 1 a 0, no Maracanã, e precisa só de um empate na volta, nesta quarta, no Serra Dourada, para avançar. "A Copa do Brasil é uma competição curta e temos time com jogadores acostumados a ganhar", comentou o treinador.

Nesta segunda, Luxemburgo comandou treino para os jogadores que não enfrentaram o São Paulo na derrota por 2 a 1, no domingo. Entre eles, Bruno e Rafael Sóbis, que se recuperam de lesões, e Fred, que foi desfalque por suspensão. Os três devem estar à disposição para o duelo com o Goiás.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseVanderlei Luxemburgo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.