Luxemburgo reclama novamente do excesso de faltas

Técnico do Palmeiras destaca 'violência' do Coritiba e 'má atuação' do árbitro Ricardo Marques Ribeiro

Julio Cesar Lima, O Estado de S. Paulo

11 de maio de 2008 | 19h24

O técnico Vanderlei Luxemburgo creditou ao excesso de faltas do Coritiba e ao nervosismo de sua equipe com a arbitragem do mineiro Ricardo Marques Ribeiro a derrota do Palmeiras por 2 a 0 na estréia da equipe no Campeonato Brasileiro. Segundo ele, faltou critério à arbitragem, que permitiu uma seqüência de faltas da equipe paranaense sem punir ninguém.   Veja também: Guia de clubes do Campeonato Brasileiro Resultados e calendário  Ouça os gols do Coritiba pela Rádio Eldorado ESPN  Palmeiras perde para o Coritiba na estréia no Brasileirão   "Não adianta discutir essas coisas em seminários, afinal isso foi falado [seqüência de faltas], mas na hora do jogo não se aplica. Não vamos desmerecer a vitória do Coritiba, eles mereceram e infelizmente isso será constante no campeonato, arbitragens ruins".   Além disso, o treinador também reivindicou pessoas que conheçam estádios para determinar as normas. "Não adianta colocar pessoas que não conhecem as realidades dos nossos estádios para determinar regras. É impossível que os técnicos fiquem sentados, pois não terão a visão do jogo", reclamou.   Segundo ele, o time passou a se preocupar demais com o árbitro a partir dos 25 minutos de jogo, o que deixou a equipe nervosa. "Nós estávamos colocando a bola no chão, trocando passes, mas depois passamos a fazer ligação direta com o ataque, o que prejudicou muito", afirmou.   Na opinião do atacante Denilson, o placar mostrou que não haverá jogo fácil na Série A. "Todas as equipes estão bem armadas e isso será normal, mas são pontos que não se recuperam. O Coritiba jogou bem, alguns jogadores desequilibraram na parte individual, mas é início de campeonato, o Palmeiras chega de um bom momento também, mas nem sempre estará ganhando", disse.   O atacante Cléber disse que não houve oportunidade para a equipe marcar devido à forte marcação que o Coritiba realizou na partida. "Eles jogam com três zagueiros, dois volantes, com bastante gente atrás e então fica um pouco complicado pra gente, é um time de qualidade e então temos que saber escapar da marcação", afirmou.   Na opinião do goleiro Marcos, o time do Coritiba mereceu o resultado pelo que mostrou em campo e pelas conclusões dos lances. "Foi um bom jogo, os dois times jogaram bem, mas o Coritiba se aproveitou das oportunidades que apareceram e mereceu vencer. No primeiro tempo foi mais equilibrado, com poucas chances. Mas vamos melhorar nosso time"   Pelo lado do Coritiba, o volante Rodrigo Mancha afirmou que a vitória da equipe mostrou a força do grupo, assim como a determinação de todos. "Quem vier jogar em casa terá dificuldades. O time mostrou personalidade e soube parar o Palmeiras e sair para o jogo, foi uma vitória merecida", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.