Luxemburgo se irrita ao ser questionado sobre seleção

Técnico diz estar focado no Palmeiras, mas grupo de jogadores estaria preparado para possível saída

Redação,

11 de setembro de 2008 | 19h51

O decepcionante empate sem gols do Brasil diante da frágil Bolívia na noite desta quarta-feira no Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro, fez com que o técnico Dunga voltasse a ter seu cargo ameaçado. Por enquanto, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) garante a permanência do comandante, mas são fortes os boatos de que Vanderlei Luxemburgo poderia em breve assumir a equipe.Veja também: Brasil só empata com a Bolívia e recebe as vaias da torcida Atacante Lenny promete aproveitar chance no Palmeiras Simon será o árbitro de Palmeiras e Vasco na Sul-AmericanaDê seu palpite no Bolão Vip do Limão Em Atibaia, onde o Palmeiras faz uma intertemporada, o treinador foi questionado novamente sobre o assunto nesta quinta-feira e ficou visivelmente irritado. "Meu pensamento está totalmente voltado para o jogo de domingo contra o Cruzeiro, fico chateado quando me perguntam sobre seleção, todos sabem o que eu penso", assinalou.Luxemburgo disse não ter gostado de algumas informações veiculadas pela imprensa, que teriam dito que ele está com a cabeça na seleção. "Meu contrato vai até o fim deste ano e tenho me dedicado para conquistar o título brasileiro".No entanto, o próprio grupo de jogadores do Palmeiras já está preparado para uma possível saída de Luxemburgo. "Nós jogadores já comentamos que isso pode acontecer", declarou o meia Evandro, em entrevista à Rádio Globo.O atual comandante palmeirense já treinou o Brasil entre os anos de 1998 e 2000. Na ocasião, foi demitido após a eliminação precoce da equipe nos Jogos Olímpicos de Sydney.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.