Luxemburgo tem duro teste nesta 4ª

Depois de um dia de folga, Vanderlei Luxemburgo recomeça nesta quarta-feira sua árdua batalha para acalmar a insatisfeita torcida do Palmeiras, que não tem poupado os jogadores por causa das atuações instáveis que levaram o time à eliminação precoce na Copa do Brasil e à liderança do Torneio Rio-São Paulo. Na segunda-feira, o técnico pediu apoio aos torcedores e colaboração por parte da diretoria do Alviverde para tentar reverter o que chama de "clima pesado" que paira sobre o clube. Nesta quarta-feira deverá saber se seus apelos deram algum resultado.Em tempos difíceis, uma boa notícia para animar: o zagueiro Alexandre e o volante Magrão poderão atuar contra o Fluminense no fim de semana. Os dois sofreram contusão na coxa - o primeiro no músculo posterior e o segundo no adutor - e, segundo o médico Vinícius Martins, passaram nesta terça-feira por exames de ultra-sonografia e foram constatadas apenas leves contraturas, de rápida recuperação.Efeito - Luxemburgo está preocupado com o efeito psicológico das críticas da torcida sobre o desempenho dos jogadores, especialmente nos jogos disputados em casa. Na última partida da equipe, contra o América-RJ, pelo Rio-São Paulo, os torcedores no Palestra Itália não só vaiaram o time, que venceu por 4 a 3, como brigaram entre si nas arquibancadas. Segundo o treinador, que não conta com um psicólogo na comissão técnica, este tipo de atitude só vai ajudar todos os adversários do Palmeiras, que em outros tempos chegavam a temer as disputas na casa Alviverde, local do jogo do próximo domingo.Paralelamente, o técnico pediu maior apoio por parte da diretoria para evitar problemas como o da decisão da diretoria de não inscrever o lateral Jorginho no Torneio Rio-São Paulo. Segundo Luxemburgo, tais problemas só dão mais motivos para aumentar a pressão sobre os atletas, que nesta quarta-feira devem treinar em dois períodos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.