Paulo Pinto/AE
Paulo Pinto/AE

Luxemburgo usa Paulistão para fazer testes no Palmeiras

Treinador quer deixar a equipe preparada para as partidas decisivas contra o Sport na Libertadores

Juliano Costa - Jornal da Tarde,

19 de março de 2009 | 19h43

SÃO PAULO - Com a classificação para as semifinais do Paulistão muito bem encaminhada, o técnico Vanderlei Luxemburgo vai usar os cinco jogos restantes desta primeira fase do campeonato para fazer testes na equipe do Palmeiras. O objetivo é preparar os palmeirenses para as duas "decisões" contra o Sport pela Libertadores, nos dias 8 e 15 de abril, respectivamente em Recife e no Palestra Itália.

Veja também:

linkEdmílson e Marcos seguem de fora no Palmeiras

linkMarcos volta a treinar com bola no Palmeiras

linkOrtigoza está ansioso para ser titular no Palmeiras

tabela Campeonato Paulista - Tabela e resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Ainda invicto no Paulistão, o Palmeiras lidera com 36 pontos, seis a mais do que o segundo colocado, o Corinthians. Por isso, está muito perto de garantir a classificação na primeira posição Já na Libertadores, a situação é inversa: com duas derrotas em duas partidas, está na lanterna do Grupo 1, que tem Sport e Colo Colo empatados com seis pontos - a LDU tem três.

Nesta reta final do Paulistão, serão quatro jogos teoricamente fáceis para o Palmeiras (Guaratinguetá, Bragantino, Oeste e Botafogo) e mais o clássico contra o São Paulo. Assim, Luxemburgo quer observar a equipe nas mais diversas formações táticas, até encontrar a que ache ideal para encarar o Sport. "Até o jogo contra o Botafogo (dia 5 de abril, na última rodada), os jogadores já saberão qual será o time", disse o treinador.

A base já está definida, mas falta definir o esquema tático. Luxemburgo começou o ano no 3-5-2 e usou o 4-4-2 nos dois últimos jogos, quando venceu Barueri e Mogi Mirim. No decorrer das partidas, ele testou ainda o 4-3-3, com Lenny e Marquinhos abertos pelas pontas. Essa variação tática é importante, segundo o treinador, para surpreender o adversário.

"E é nesses jogos que teremos a chance de testar e entrosar a equipe. Uma coisa é treinar, outra é jogar", disse o atacante Lenny, que deve ser titular no sábado, contra o Guaratinguetá, fora de casa - afinal, os atacantes Willians e Keirrison estão suspensos. Assim, o paraguaio Ortigoza também deve ganhar uma chance no time do Palmeiras, enquanto Marquinhos pode entrar para formar o 4-3-3.

Essa formação com dois pontas, porém, seria usada apenas numa emergência - como foi no segundo tempo da derrota para o Colo Colo, no Palestra Itália, pela Libertadores. O sonho de Luxemburgo é o 4-4-2 com um meio-de-campo em losango. "É o esquema de que mais gosto", admitiu o treinador. Neste caso, o volante/zagueiro Edmílson jogaria no meio, com Pierre, Cleiton Xavier e Diego Souza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.