Luxemburgo vai manter formação tática

O técnico Wanderley Luxemburgo não pretende mudar o esquema do Corinthians para o segundo jogo da decisão da Copa do Brasil contra o Grêmio, domingo, no Morumbi. O empate por 2 a 2 na primeira partida, disputada domingo, em Porto Alegre, não vai obrigar o treinador corintiano a mudar seus planos. A única modificação na equipe deverá ser a saída de André Luís, suspenso com três cartões amarelos. Marcos Senna é o mais cotado a entrar na equipe.Com isso o time continuará com dois volantes de marcação no meio-de-campo. O técnico deverá também manter Müller na equipe, enquanto Gil continuará na reserva, podendo entrar durante a partida, como ocorreu nos últimos jogos. "Não se pode alterar a forma do time jogar de uma hora para outra", disse o técnico Wanderley Luxemburgo, que mais uma vez evitou falar sobre seleção, muito menos quis comentar a saída do técnico Émerson Leão. "Não tenho nada a comentar sobre o assunto."O resultado obtido em Porto Alegre dá ao Corinthians o privilégio de ser campeão, com o empate sem gols ou por 1 a 1. Por essa razão, tanto Luxemburgo como os jogadores acharam que o time foi beneficiado pelos 2 a 2. O treinador só lamentou a forma como o Corinthians cedeu o empate, depois de estar vencendo por 2 a 0. "Mas temos também de reconhecer que o técnico do Grêmio, Tite, acertou sua equipe no segundo tempo e conseguiu a reação. Eu já sabia que o jogo no Olímpico seria mesmo muito difícil, e não podíamos voltar de lá em desvantagem", afirmou Luxemburgo.

Agencia Estado,

11 de junho de 2001 | 20h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.