Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Luxemburgo: vamos ter de melhorar muito

Apesar da volta à liderança, após cinco rodadas atrás do Atlético-PR, o Santos teve um dia agitado, ainda por conta da irritação do técnico Vanderlei Luxemburgo com a atuação da equipe na partida contra o Flamengo, quarta-feira, no Maracanã. Ele deixou claro para os atletas que exige uma outra postura no jogo de sábado contra o Fluminense, em São José do Rio Preto. "Se quiser ganhar campeonato, o time vai ter de melhorar, e muito", disse. Hoje, Luxemburgo conversou duas vezes com o grupo e não estava nada amistoso. Ele não escondia o aborrecimento com o fato de a equipe ter deixado de se distanciar cinco pontos do segundo colocado, por causa da derrota para o São Paulo, domingo, e o empate com o Flamengo. Luxemburgo cobrou "atitude" do time e disse que não aceitará outra atuação apagada, como a do Maracanã. O recado parece ter surtido efeito. No treino leve dos titulares, hoje, no Centro de Futebol do Zico (CFZ), na zona oeste do Rio, o que se via era um semblante mais contido dos jogadores, mesmo com o primeiro lugar na tabela do Brasileiro. Só mesmo Robinho permitiu um momento de descontração, no final do treino, quando ensaiou diante de Zico, alguns dribles imaginários - estava sem a bola - para imitar o ex-craque do Flamengo. Pouco antes, o meia Ricardinho reconheceu que o time deixou a desejar no último jogo e disse que a bronca de Luxemburgo é oportuna. "Ele tem razão nas críticas. Cobrou e vamos ter de assimilar isso", comentou. Ricardinho informou que provavelmente ainda hojeà noite haveria novo contato do treinador com o elenco santista O zagueiro André Luís se manifestou favorável à advertência de Luxemburgo e disse entender o nervosismo do treinador. "Nós apresentamos um péssimo futebol." Diante da insistência dos repórteres sobre o tema, André admitiu que haveria mais puxão de orelhas do técnico. "A gente está ciente de que vai vir mais bronca e das fortes. E com toda razão." Enquanto os titulares apenas davam voltas em torno do campo, os reservas disputavam um coletivo com o time profissional do CFZ. O meia Zé Elias, recuperado de gripe, pode ser uma opção para o confronto com o Fluminense. Mas Ricardo Bóvio agradou Luxemburgo e tem boas chances de ser mantido. Preto Casagrande recebeu contra o Flamengo o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Amanhã cedo, a equipe segue em vôo fretado para São José do Rio Preto.

Agencia Estado,

28 de outubro de 2004 | 19h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.