Luxemburgo vê vantagem do Atlético-PR

Para Luxemburgo, Atlético-PR leva vantagem para ganhar o Brasileiro. Enquanto os dirigentes do Santos ficaram satisfeitos com o desempenho do time alternativo na vitória por 1 a 0 contra o completo São Paulo, domingo, na Vila Belmiro, e com os US$ 100 mil de cota que o clube recebeu pelo jogo da Copa Sul-Americana, o técnico santista continua considerando a competição prejudicial aos seus planos de conquistar o título nacional."Nenhum time consegue ir bem nas duas competições", afirmou Luxemburgo. "Enquanto na sexta-feira eu e o Leão estávamos preocupados com o jogo de domingo, na Vila Belmiro, os jogadores do Atlético, do Paraná, recebiam dispensa de três dias. Essa é uma vantagem importante. No ano passado, essa vantagem esteve do meu lado, porque o Santos disputava simultaneamente o Campeonato Brasileiro e a Sul-Americana e o Cruzeiro-MG, não", lembrou o técnico.A principal queixa de Luxemburgo contra a Copa Sul-Americana é que os organizadores (Confederação Sul-Americana e a televisão) só permitiram a inscrição de 25 jogadores e exigem a presença dos principais titulares em campo. "Imaginem as dificuldades que o Santos terá caso se classifique para a próxima fase (quartas-de-final). Joga num domingo pelo Brasileiro, viaja para enfrentar a Liga Deportiva Universitária, em Quito (Equador), numa quarta-feira (10/11). Outra viagem e a volta ao Brasileiro no fim de semana. O desgaste do jogador é muito grande e não há tempo para a sua recuperação", avisou o treinador, que pretendia inscrever os jogadores do Santos B na Sul-Americana. Para passar às quartas-de-final da Copa Sul-Americana, o Santos precisa apenas empatar com o São Paulo, quarta-feira da próxima semana, no Morumbi.Embora critique a organização da Copa Sul-Americana, Luxemburgo disse que não vem escalando o time com maioria de jogadores reservas para mostrar que a competição não tem interesse. "Apenas faço o que acho, como profissional, que é melhor por Santos. E, pela ordem, a prioridade um do Santos é a conquista do Campeonato Brasileiro, a prioridade dois, a classificação para a Copa Libertadores da América e, a três, ganhar a Copa Sul-Americana." Na volta dos jogadores aos treinos, nesta terça-feira, às 16 horas, no CT Rei Pelé, Luxemburgo vai lembrar a todos que o principal objetivo no momento é recuperar a liderança do Campeonato Brasileiro - o Santos está três pontos atrás do líder Atlético-PR. "O resultado do jogo da Copa Sul-Americana não pode ter reflexo no Brasileiro", avisou o treinador. Para ele, a disputa pelo título está aberta é o Santos continua sendo um forte candidato. "Mas o nosso time ainda não está pronto. Zé Elias chegou e se machucou e o Antônio Carlos foi operado e está em recuperação, além dos jogadores que se queixam de dores musculares e podem sofrer uma lesão a qualquer momento, em razão do excesso de jogos."Apesar das queixas, Luxemburgo terá todos os titulares à disposição para o jogo contra a Ponte Preta, às 18h do próximo sábado, na Vila Belmiro. Elano, convocado às pressas por Carlos Alberto Parreira para o jogo contra a Colômbia, em Maceió, provavelmente ficará no banco da seleção brasileira e retornará ao clube na quinta, em boas condições.Além disso, o zagueiro André Luís cumpriu suspensão no clássico com o Corinthians e retorna ao time. A novidade deve ser o volante Zé Elias, que já correu em volta do campo no fim de semana e deve participar dos trabalhos com bola nesta terça-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.