Luxemburgo volta a reclamar de Rodrigo Martins Cintra

No final do primeiro tempo, Vanderlei Luxemburgo saiu de campo queixando-se de estar sendo perseguido pelo árbitro Rodrigo Martins Cintra. "Ele me ameaçou porque eu disse um palavrão. Qual é o problema? Não estou numa igreja." Após a derrota por 3 a 1 do Santos contra o São Paulo, no Campeonato Paulista do ano passado, Luxemburgo disse que durante a partida foi paquerado por Cintra. "Só que eu não sou bicha", afirmou o técnico, na oportunidade. Luxemburgo foi julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo e suspenso por 60 dias. O Santos recorreu da decisão e a pena foi reduzida para 30 dias e cumprida durante o recesso do Campeonato Brasileiro em razão da Copa do Mundo. Os jogadores se reapresentam hoje às 11 horas no Centro de Treinamento Rei Pelé. Os reservas treinarão em campo e os titulares farão um trabalho de recuperação na piscina. Em seguida, o time segue para a Capital. Às 17 horas, o Santos viaja para Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, onde enfrentará Blooming, quarta-feira à noite, pela fase preliminar da Copa Libertadores da América.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.