Luxemburgo volta e não fala sobre futuro

De volta ao Brasil, depois de passar cerca de 15 dias na Espanha, o técnico Vanderlei Luxemburgo preferiu desconversar sobre o seu futuro profissional. "Por enquanto eu estou descansando e vendo as coisas acontecerem. Com certeza vai acontecer alguma coisa para que eu possa voltar a trabalhar normalmente no futebol", disse o ex-treinador do Cruzeiro, que aproveitou a dispensa do clube mineiro para visitar a filha Vanessa, o genro, Fabiano, que atualmente joga no Albacete e ver a neta Fabiana . No dia 05, quando viajou para a Espanha, o seu assessor de imprensa, Luiz Lombardi, disse que ele tinha pelo menos duas reuniões agendadas com representantes de clubes daquele país. Luxemburgo, que participou na noite de ontem (22) de um coquetel organizado por um programa esportivo de TV, em Belo Horizonte, contou que se encontrou com Ronaldinho Gaúcho, em Barcelona, e fez vários elogios ao jogador da Seleção. ATENTADOS - Ele revelou que acompanhou de perto o drama vivido pelos espanhóis no último dia 11, quando uma série de atentados terroristas deixaram 202 pessoas mortas e outras centenas feridas. "Eu estava lá.Estava perto, a um quilômetro de distância. Vi todas as coisas que aconteceram lá. O país sofreu muito", afirmou o treinador, que havia cogitado a possibilidade de viajar de trem de Albacete para Madri. "Foi muito ruim. O mundo lamentou isso". REVIDE - Luxemburgo preferiu não comentar as circunstâncias de sua saída do Cruzeiro. "Para quê ficar nessa polêmica que só vai trazer discórdia? Cada um fala o que quiser falar, eu não tenho que justificar nada. A minha cabeça está tranqüila, guardo o Cruzeiro no meu coração", disse. O ex-treinador celeste também disse que espera que os irmãos Perrella (Alvimar de Oliveira Costa, presidente; e Zezé, vice-presidente de Futebol), "possam mostrar que têm razão" na investigação aberta pelo Ministério Público Estadual (MPE). "Não tem revide nenhum", destacou.Alvimar e Zezé Perrella não compareceram ao coquetel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.