Lyon decide manter Puel como técnico após eliminação

O presidente Jean-Michel Aulas disse que o técnico Claude Puel tem o seu total apoio "para toda a temporada", apesar da pressão para que ele seja demitido, que aumentaram com a eliminação da equipe na Copa da Liga Francesa com a derrota para o Paris Saint-Germain na quarta-feira.

AE, Agência Estado

28 de outubro de 2010 | 09h44

O Lyon foi vaiado pelos torcedores, que pediram a demissão de Puel após a derrota por 2 a 1. A insatisfação já era grande no fim de semana, depois do empate por 1 a 1 com Arles, lanterna do Campeonato Francês. A equipe está apenas em 14º lugar no torneio nacional, mas Aulas já tinha dado o seu apoio a Puel anteriormente e voltou a reiterá-lo.

A boa campanha do Lyon na Liga dos Campeões da Europa fortalece Aulas. A equipe venceu os três jogos que disputou na fase de grupos e foi às semifinais na temporada passada. "Nós tomamos a decisão de manter a atual comissão técnica", disse o dirigente. "É uma decisão que será para toda a temporada".

O Lyon não ganhou títulos desde que Puel assumiu o time, substituindo Alain Perrin, que conduziu o time aos títulos da Copa da França e do Campeonato Francês na temporada 2007/2008.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLyonClaude Puel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.