Lyon e Bayern de Munique buscam liderança do Grupo F da Liga

Já classificadas, equipes se enfrentam nesta quarta-feira às 17h45 pela última rodada da fase de grupos

Efe,

09 de dezembro de 2008 | 23h21

Lyon e Bayern de Munique, que já garantiram as vagas do Grupo F às oitavas-de-final da Liga dos Campeões, se enfrentam nesta quarta-feira no Estádio Gerland, às 17h45 de Brasília, de olho na primeira colocação - ouça a partida pela Rádio Eldorado/ESPN. Veja também:Chelsea vence Cluj e vai às oitavas Resultados e classificação da Liga As duas equipes estão com 11 pontos, mas os franceses estão com desempenho melhor no saldo de gols. Atual líder do Francês e buscando o oitavo campeonato seguido, o Lyon chega à partida sem uma importante arma: o meia brasileiro Juninho Pernambucano, suspenso. Outros que não jogam são o zagueiro Cris e o atacante Benzema, que deve ser poupado pelo treinador Claude Puel para a partida do fim de semana com o Olympique de Marselha - considerada uma final antecipada do Campeonato Francês porque três pontos separam ambos. Caso Benzema não entre, o brasileiro Fred está confirmado no ataque. Outro desfalque no setor é Frederic Piquionne, lesionado. Na defesa, além de Cris, não jogarão Bodmer, Réveillère e Clerc, o que complica ainda mais as pretensões dos franceses. O brasileiro Ederson deve ganhar uma vaga no meio. O Bayern vive momento completamente distinto: a equipe vem de excelente fase no Alemão, vencendo nada menos que oito das últimas nove partidas - a última delas sobre o líder Hoffenheim, de virada. Entretanto, dois brasileiros não viajaram com o grupo: o zagueiro Lúcio, doente, e o meia Zé Roberto, com problemas musculares. Também não jogam Christian Lell e Lukas Podolski, este último com problemas nas costas. A vaga de Lúcio será ocupada pelo argentino Martín Demichelis, enquanto Borowski jogará no lugar de Zé Roberto. A equipe alemã também tenta quebrar uma escrita de maus resultados no estádio Gerland. Em 2001, a equipe também chegou classificada, mas levou uma goleada de 3 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.