Lyon e PSG fazem clássico em Paris

O encontro de brasileiros é o destaque do clássico que Lyon e Paris Saint-Germain fazem neste domingo, em Paris, no encerramento da 10ª rodada do Campeonato Francês da temporada de 2001-2002. O Lyon tem 19 pontos, defende a liderança e conta com os zagueiros Caçapa e Edmílson, além do meia Juninho Pernambucano. O atacante Sonny Anderson continua fora, porque se recupera de contusão. O PSG está com 12 pontos e aposta nos atacantes Alex, Aloísio e Ronaldinho Gaúcho.Os brasileiros do Lyon estão mais bem adaptados ao esquema do técnico Jacques Santini. Caçapa e Edmílson entrosaram-se bem, no miolo da zaga, e dão equilíbrio à defesa, que levou seis gols em nove jogos e é uma das mais eficientes da Série A francesa. Juninho Pernambucano aos poucos entra no ritmo. Lyon tem 6 vitórias, contra um empate e duas derrotas.O PSG enfrenta mais dificuldades. Alex chegou do Saint-Etienne com a competição em andamento. Aloísio veio do mesmo clube, mas perdeu a fase de preparação porque estava contundido. Ambos compensam com o entrosamento de seis anos de convivência (antes atuavam no Goiás). Ronaldinho Gaúcho não se firmou ainda como titular, mas o técnico Luis Fernandez avisa que é preciso ter "paciência" com o brasileiro. "Ele ficou muito tempo parado e não pode ser queimado", observou, ao referir-se à longa batalha para conseguir livrar-se do Grêmio, antigo dono do passe.

Agencia Estado,

13 de outubro de 2001 | 20h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.