Machucado, Elano reserva chuteiras

O técnico Emerson Leão colocou mais um ingrediente de mistério na decisão de logo mais à noite, na final da Libertadores entre Santos e Boca Juniors, no Morumbi. Apesar de ter anunciado que o meia Elano estaria fora do jogo por conta de uma contusão no joelho direito, não será nenhuma surpresa se o jogador for escalado. No meio da tarde, um funcionário do Santos chegou ao hotel onde o time está concentrado, na região dos Jardins, em São Paulo, com cinco novos pares de chuteiras, a serem entregues aos jogadores. Depois de pressionado, o funcionário contou aos jornalistas que o material tinha como destino o goleiro Fábio Costa, o zagueiro Alex, o lateral-esquerdo Léo, o volante Paulo Almeida e, o meia Elano.O médico do Santos, Carlos Braga, disse que o jogador não reúne condições de jogo, mas admitiu que ele foi submetido hoje a um exame de ultra-som e vem fazendo seguidas sessões de gelo na região afetada pela contusão.Elano já desfalcou o time no primeiro jogo, em Buenos Aires. Na oportunidade, foi substituído por Reginaldo Araújo, que acabou expulso. Se ele ficar mesmo de fora, Leão poderá escalar Fabiano ou Wellington na lateral.

Agencia Estado,

02 de julho de 2003 | 15h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.