Madson aposta em retorno a São Januário para o Vasco bater o líder Corinthians

O Vasco enfrenta o Corinthians nesta quinta-feira, às 22 horas, no Rio, em duelo que pode sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e ainda adiar a festa antecipada do rival. O lateral-direito Madson acredita que o retorno do time ao estádio de São Januário pode ajudar na conquista do objetivo.

Estadão Conteúdo

14 Novembro 2015 | 20h10

A equipe carioca não manda uma partida em seu estádio há quatro meses. E conseguiu a liberação na última sexta-feira junto ao Corpo de Bombeiros, que autorizou aumentar a sua capacidade para 21.880 torcedores. Serão 6.569 mil pessoas a mais do que a lotação estipulada anteriormente pelas autoridades. Para isso, o Vasco teve que renovar seu LPCI (Laudo de Proteção Contra Incêndios) e adquirir o novo Certificado de Registro (CR) do estádio.

"São Januário é o nosso caldeirão, um campo que somos acostumados a treinar e jogar. É bom voltar para casa. Esperamos contar com o apoio da torcida, que possam lotar o estádio para a gente ir com tudo para cima do Corinthians", comentou o jogador.

Apesar de ser a pior defesa do Brasileirão com 52 gols sofridos, Madson destacou o trabalho do técnico Jorginho no setor e afirmou que a equipe tem evoluído - nos últimos cinco jogos, foram cinco gols sofridos. "Conseguimos encaixar em um momento crucial, que é essa reta final. Esperamos continuar com essa média boa na defesa e que o nosso ataque funcione também", comentou.

O Vasco é o penúltimo colocado com 33 pontos - está a dois de deixar a zona de rebaixamento. Para que isso aconteça, precisa vencer o Corinthians e torcer por empate de Coritiba (18.º) e Goiás (17.º), que se enfrentam em Goiânia, e tropeço do Avaí (16.º), que encara o lanterna Joinville.

Mais conteúdo sobre:
futebol Brasileirão Vasco Madson

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.