Vítor Silva/Botafogo
Vítor Silva/Botafogo

Madureira invicto é obstáculo para o embalo do Botafogo na Taça Guanabara

Botafogo tem como principal objetivo ficar entre os quatro primeiros colocados, o que torna a vitória nesta quarta-feira essencial

Redação, Estadão Conteúdo

31 de março de 2021 | 08h30

Sexto colocado, com nove pontos, o Botafogo planeja conquistar a segunda vitória consecutiva na Taça Guanabara, nesta quarta-feira, às 17 horas, em Mesquita, diante do Madureira. O problema para o time do técnico Marcelo Chamusca é o fato de o adversário ser o único invicto na competição.

Após seis rodadas, o time da zona norte do Rio acumula duas vitórias e quatro empates, o que o coloca na quarta colocação na competição estadual. Entre os resultados mais expressivo doa comandados do técnico Alfredo Sampaio está a vitória de virada, por 3 a 2, sobre o Vasco, em São Januário.

Depois de derrotar o Nova Iguaçu, por 2 a 1, o Botafogo tem como principal objetivo ficar entre os quatro primeiros colocados, o que torna a vitória nesta quarta-feira essencial. O zagueiro Gilvan, capitão botafoguense na última apresentação, demonstrou respeito ao adversário na entrevista coletiva.

"Vai ser um jogo difícil, o Madureira tem uma equipe qualificada, está no G-4. O professor (Marcelo Chamusca) vai passou o ponto forte do adversário e vamos tentar neutralizar", disse o jogador, que teve bela atuação contra o Nova Iguaçu.

Gilvan deverá formar a dupla de zaga com Marcelo Kanu, em condições de retornar à equipe após cumprir suspensão pelo cartão vermelho recebido no clássico diante do Flamengo. Chamusca, mais uma vez, confia na produção ofensiva de Marcinho e Matheus Babi.

Babi, inclusive, despertou interesse de vários clubes do futebol brasileiro como Athletico-PR e Palmeiras. O atacante, que chegou ao clube carioca na temporada passada, soma 46 jogos pelo Botafogo e 14 gols marcados.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO X MADUREIRA

BOTAFOGO - Douglas Borges; Jonathan, Marcelo Kanu, Gilvan e PV; Kayque, Matheus Frizzo e Felipe Ferreira e Marco Antônio; Marcinho e Matheus Babi. Técnico: Marcelo Chamusca.

MADUREIRA - Felipe; Rhuan, Breno, Maurício Barbosa e Juninho; Victor Feitosa, Rodrigo, Nivaldo e Sillas; Luiz Paulo e Bruno Santos. Técnico: Alfredo Sampaio.

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Guimarães.

HORÁRIO - 17 horas.

LOCAL - Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.