Madureira vence Flamengo na 1.ª final da Taça Guanabara

Com dez jogadores em campo durante todo o segundo tempo, o Madureira derrotou o Flamengo, por 1 a 0, neste domingo, no Maracanã, na primeira partida da decisão da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Com o resultado, o time tricolor terá a vantagem do empate no confronto de quarta-feira. Caso o Flamengo consiga vencer por diferença de um gol o título será decidido na disputa por pênaltis.Desde o início do primeiro tempo as duas equipes não esconderam suas táticas. O Flamengo procurou ganhar a partida e atacou o Madureira que, em formação defensiva, teve por objetivo adiar a decisão para o segundo confronto na quarta-feira. Afinal, perder por grande diferença de gols praticamente inviabilizaria uma reação.Aos poucos, o atacante Souza, que completou 25 anos ontem, se transformou no nome da partida. Não por sua qualidade técnica, mas pela deficiência em concluir as oportunidades de gols criadas. Os erros fizeram a torcida clamar por Obina, que se recupera de uma cirurgia no joelho esquerdo e recebeu várias manifestações de apoio, antes do início do confronto. Sem conseguir controlar a bola, que batia em seu pé e ora ia para fora do campo ou ficava de posse do adversário, aos 20 minutos, Souza teve a melhor chance para marcar, depois de o goleiro do Madureira, Everton, defender um chute do meia Renato, mas falhou novamente.Logo aos dois minutos da etapa final, o Madureira sofreu um abalo com a expulsão do atacante Marcelo, advertido com o segundo cartão amarelo pelo árbitro Marcelo Venito Pacheco por simular um pênalti. Mas, apesar de um jogador a menos em campo, o Madureira encontrou o posicionamento ideal e continuou a anular as jogadas do time rubro-negro.O trabalho dos defensores do Madureira ainda foi facilitado por Souza, que aos 18 minutos teve um chute novamente defendido por Everton. E, de tanto desperdiçar oportunidades, o Flamengo recebeu seu castigo aos 27 minutos, quando o meia Maicon acertou um belo chute da entrada da grande área e fez o único gol da partida.Após o gol, jogadores de ambas as equipes se envolveram em uma confusão e ao o fim do tumulto o zagueiro rubro-negro Moisés foi expulso. Descontrolado em campo, o Flamengo até tentou reagir, mas não superou o bloqueio defensivo do Madureira, que deixou de ampliar a vantagem com o atacante Fábio Júnior, aos 46 minutos.Flamengo 0 x 1 Madureira Flamengo - Bruno; Leonardo Moura, Moisés, Ronaldo Angelim e Juan (Juninho Paulista); Paulinho, Claiton (Leandro Salino), Renato e Renato Augusto; Roni e Souza. Técnico: Ney Franco. Madureira - Éverton; Claudemir, Léo Fortunato, Odvan e Amarildo; André Paulino, Djair (Neto), Maicon e Zé Augusto (Vagner); Marcelo e Valdir Papel (Fábio Júnior). Técnico: Alfredo Sampaio. Árbitro - Marcelo Venito Pacheco. Gol - Maicon, aos 27 minutos do segundo tempo. Cartão amarelo - Marcelo, Amarildo, André Paulino e Paulinho. Cartão vermelho - Marcelo e Moisés. Renda - R$ 554.247,00. Público - 38.266 torcedores pagantes. Local - Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro-RJ.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.