Mães de jogadores rezam para ajudar Costa do Marfim

Vale tudo para tentar elevar o moral dos jogadores da Costa do Marfim, derrotados pela Argentina por 2 a 1 na estréia. Até apelar para a tática do ?eu quero a minha mãe!? Pois é. Ocorre que as mães dos atletas marfinenses disseram que vão fazer sessões de reza para transmitir a seus filhos apoio psicológico e espiritual.?Queremos, com isso, contribuir para a vitória de nossos filhos?, declarou Alphonsine Zokora, mãe do volante Didier Zokora, que atua na equipe francesa do Saint-Étienne. A notícia enviada pelas ?mamães elefantes? (a seleção de Costa do Marfim é conhecida pelo apelido ?Os Elefantes?) parece ter sido bem recebida em Niederkassel, onde fica a concentração dos africanos. Empolgado, o atacante Arouna Koné, que atua no holandês PSV Eindhoven, declarou que espera poder ajudar o técnico francês Henri Michel a elaborar a tática para vencer a Holanda, sexta-feira. ?Conheço um pouco o futebol holandês. O time deles é jovem como o nosso?, disse Kone.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.