Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Magnata russo agita o futebol inglês

Há um mês e meio Roman Abramovich agita e provoca polêmica no futebol inglês. Desde que comprou o Chelsea, o russo que fez fortuna com petróleo e alumínio se tornou conhecido na terra da rainha Elizabeth. E surpreendeu, ao assumir o controle do clube londrino em troca de US$ 50 milhões depositados na conta do antigo proprietário, Ken Bates, mais o compromisso de saldar US$ 132 milhões de dívidas.Abramovich também se mostrou mão aberta ao investir em reforços. O mais recente é o argentino Juan Verón, que saiu do Manchester United por US$ 24 milhões. Outros US$ 76 milhões foram gastos em jogadores como o camaronês Geremi Ndjitap (Real Madrid), o irlandês Damein Duff (Blackburn Rovers) e os ingleses Wayne Bridge (Southampton) e Glen Johnson e Joe Cole (ambos do West Ham).Abramovich disse que se animou com o futebol ao acompanhar a vitória do Manchester por 4 a 3 sobre o Real Madrid na Liga dos Campeões. O russo, que tem fortuna avaliada em US$ 6,3 bilhões, analisou algumas propostas até decidir pela compra do Chelsea. Há quem diga que o interesse repentino pelo esporte é só uma forma de acelerar sua mudança para a Inglaterra, onde poderia tocar seus negócios com mais calma do que na Rússia.

Agencia Estado,

10 de agosto de 2003 | 12h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.