Magrão avisa que não fica no Palmeiras

Acabou mais uma novela no Palmeiras: o volante Magrão vai mesmo para o FC Moscou, da Rússia. O jogador avisou os dirigentes palmeirenses nesta segunda-feira que aceitou a proposta de aproximadamente US$ 80 mil mensais e deve viajar para a Europa ainda esta semana para assinar contrato de três anos.Desde dezembro Magrão sabia do interesse dos russos, que fizeram a primeira proposta salarial de US$ 50 mil mensais. O volante chegou a viajar para Moscou, fez exames médicos e conheceu a estrutura do novo clube. Porém, ao voltar para o Brasil, desistiu do negócio e falou em permanecer no Palestra Itália.Dias depois, o FC Moscou aumentou a proposta salarial e o valor total da transação - intermediada pelo empresário Juan Figger e que gira em torno de US$ 5 milhões - mexeu com o jogador, que pediu alguns dias para dar a resposta. Liberado pela diretoria do Palmeiras - nem tinha se reapresentado ao técnico Estevam Soares, na última sexta-feira - para resolver a questão, resolveu aceitar a proposta.Se em parte a transferência de Magrão é benéfica para o Palmeiras - o clube deve ficar com 50% do valor da transação -, por outro lado obriga os dirigentes a buscarem um novo volante, pois o técnico Estevam Soares já avisou que precisa repor a saída de um dos principais jogadores do elenco.Revelado pelo São Caetano, Magrão chegou a ser convocado para a seleçao brasileira no ano passado e jogará pela primeira vez fora do País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.