Magrão deve desfalcar Corinthians nos próximos dois jogos

O destempero do volante Magrão custará caro a ele e ao próprio Corinthians no Campeonato Paulista. Devido ao cartão vermelho recebido contra o São Paulo, ele pegará dois jogos de suspensão automática. O jogador perdeu a cabeça com a derrota parcial para o São Paulo no segundo tempo, e com o que ele entendeu ser humilhação e firula dos jogadores rivais no Morumbi.Fez falta violenta em Leandro - chutou seu joelho - e levou o cartão vermelho direto. Como entrou em campo pendurado com dois cartões amarelos, e antes da expulsão já havia recebido uma advertência, Magrão será duplamente castigado. Ficará fora do confronto do Corinthians com o Paulista, em Jundiaí, sábado, e contra o Rio Branco, dia 24, no Pacaembu.O departamento jurídico do clube até pode apelar à Comissão Disciplinar da Federação Paulista de Futebol (FPF), mas a entidade deve cumprir as regras do regulamento da competição. Está no artigo 19, parágrafo 2ª, do item Condição de Jogo do regulamento: ?Quando um atleta for advertido com um cartão amarelo e, posteriormente, for expulso de campo com a exibição direta de cartão vermelho, serão considerados o cartão amarelo e o vermelho.?Dessa forma, Magrão paga um jogo por ter acumulado três amarelos e outro por ter recebido o vermelho. O reserva Daniel, que o técnico Emerson Leão trouxe do São Caetano e de quem gosta muito, deverá ser o substituto de Magrão nos dois próximos compromissos do time.Betão também suspensoAlém de Magrão, o Corinthians já tem mais um desfalque confirmado para o jogo contra o Paulista. O zagueiro Betão foi julgado e punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol, nesta segunda, pela expulsão na derrota para o São Caetano, há duas semanas.Na ocasião, o zagueiro recebeu o cartão vermelho depois de dar um pontapé em Luis Henrique. Ele pegou dois jogos de suspensão, mas já cumpriu um, na vitória por 5 a 0 sobre o Rio Claro.Marcelo Mattos e Roger também foram punidos com um jogo de gancho pela expulsão contra o São Caetano, mas já cumpriram e ficam à disposição de Leão para sábado. Mudança no esquemaDepois de sofrer a derrota por 3 a 1 diante do arqui-rival São Paulo no último domingo - o resultado manteve o tabu da equipe do Parque São Jorge sem vencer o adversário há quase quatro anos -, o técnico Emerson Leão deve dar adeus ao "carrossel alvinegro", com cinco jogadores marcando na defesa e outros cinco se movimentando do meio para a frente.Leão só utilizou essa formação porque não tinha jogadores para escalar nas duas laterais. Apesar do time ter vencido o Rio Claro e o Guaratinguetá, o teste do esquema seria mesmo no clássico. O comandante corintiano chegou à conclusão que não pode disputar jogos decisivos dessa forma.A chegada do lateral Tamandaré, ex-Sport, pode lhe dar melhor opção pela direita. Eduardo Ratinho também está bem próximo de voltar ao time, depois de se recuperar de uma contusão. Leão, por enquanto, só disse que seguirá com três zagueiros.Atualizado às 19h32

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.