Magrão ficará seis semanas afastado

O volante Magrão vai ficar seis semanas afastado dos gramados se recuperando da contusão sofrida na noite de ontem, no Pacaembu, na partida entre Brasil x Guatemala, que marcou a despedida de Romário. A avaliação foi feita nesta quinta-feira, pelo médico do Palmeiras, Vinicius Martins, em entrevista ao Sportv. O jogador - que sofreu afundamento do seio frontal da face num choque com o jogador guatemalteco Sandoval - não sofreu nenhum comprometimento neurológico, assegurou o médico. Apesar disso, ele deverá permanecer em observação até sexta-feira. Após o choque, aos 35 minutos do primeiro tempo do jogo, Magrão foi retirado de campo pela maca e imediatamente transportado para o Hospital São Luiz, onde foi internado e passou a noite. Os médicos temiam que o trauma pudesse ter conseqüências mais graves.Esta não é a primeira vez que Magrão sofre uma contusão na face. No ano passado, ele perdeu os dentes da frente num choque com o lateral Zé Carlos, do São Caetano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.