Phll Noble/ Reuters
Phll Noble/ Reuters

Maguire volta à seleção da Inglaterra, mas Greenwood fica fora

Jogador havia sido dispensado das partidas de setembro em decorrência de sua prisão, na Grécia

Redação, Estadão Conteúdo

01 de outubro de 2020 | 12h35

Harry Maguire foi convocado para defender a seleção da Inglaterra, nesta quinta-feira, após ter sido dispensado das partidas de setembro em decorrência de sua prisão, na Grécia. No entanto, o técnico Gareth Southgate deixou de fora Mason Greenwood e Phil Foden das três partidas que a equipe fará em outubro. Eles já haviam sido excluídos do time no mês passado por violarem as restrições do coronavírus na Islândia.

A Inglaterra receberá a seleção do País de Gales, em Wembley, em 8 de outubro, para um amistoso. Depois, o esquadrão inglês terá compromissos pela Liga das Nações contra Bélgica e Dinamarca, também no estádio onde costumeiramente manda seus jogos. Essas partidas acontecem nos dias 11 e 14 de outubro, respectivamente.

O atacante Dominic Calvert-Lewin, do Everton, foi convocado pela primeira vez. Ele marcou cinco gols nos três primeiros jogos de sua equipe no Campeonato Inglês. O jogador é considerado a principal novidade na lista de Southgate.

Apesar de ter se envolvido em uma confusão na Grécia, que o levou a comparecer a um tribunal para uma audiência, Maguire, o capitão do Manchester United, foi inicialmente convocado para os jogos válidos pela Liga das Nações no mês passado. Southgate apoiou Maguire ao anunciar sua equipe, mas foi forçado a cortar o defensor mais tarde, no mesmo dia, depois que ele foi considerado culpado de agredir um policial, xingá-lo, resistir à prisão e tentar suborná-lo em Mykonos. O jogador apelou do veredicto e da pena de 21 meses em suspenso e, desde então, disputou os primeiros compromissos do United na temporada 2020/2021.

Contudo, o atacante não terá a companhia do seu companheiro de sequipe Greenwood, assim como de Foden, do Manchester City. A dupla foi punida por Southgate por ter se encontrado com mulheres fora da bolha da equipe, depois de um jogo da Liga das Nações, na Islândia, em setembro.

Confira a lista de convocados da Inglaterra

Goleiros: Dean Henderson (Manchester United), Nick Pope (Burnley) e Jordan Pickford (Everton).

Defensores: Trent Alexander-Arnold (Liverpool), Ben Chilwell (Chelsea), Conor Coady (Wolves), Eric Dier (Tottenham), Joe Gomez (Liverpool), Michael Keane (Everton), Harry Maguire (Manchester United), Ainsley Maitland-Niles (Arsenal), Tyrone Mings (Aston Villa), Bukayo Saka (Arsenal), Kieran Trippier (Atletico Madrid) e Kyle Walker (Manchester City).

Meio-campistas: Jordan Henderson (Liverpool), Mason Mount(Chelsea), Kalvin Phillips (Leeds United), Declan Rice (West Ham), James Ward-Prowse (Southampton) e Harry Winks (Tottenham).

Atacantes: Tammy Abraham (Chelsea), Harvey Barnes (Leicester), Dominic Calvert-Lewin (Everton), Jack Grealish (Aston Villa), Danny Ings (Southampton), Harry Kane (Tottenham), Marcus Rashford (Manchester United), Jadon Sancho (Borussia Dortmund) e Raheem Sterling (Manchester City).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.