Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

Maicon nega racha no São Paulo: 'Nosso problema é outro'

Zagueiro e capitão do time diz é o time sairá da situação delicada

O Estado de S.Paulo

26 de agosto de 2016 | 15h28

Após dar declarações polêmicas depois da derrota para o Juventude, o zagueiro Maicon negou exista um 'racha' no elenco do São Paulo. 'Nosso problema é outro', garantiu o capitão do time. Segundo ele, os próprios jogadores já 'lavaram a roupa suja' em uma reunião na quinta-feira, da qual participaram atletas, integrantes da comissão técnica e membros da diretoria. 

"Se o problema fosse relacionamento, seria fácil lidar. A diretoria chegava e podava quem não estava se dando bem (no elenco). Seria fácil eliminar. Nosso problema é outro, é dentro de campo", afirmou o jogador em entrevista coletiva nesta sexta-feira. Na quarta-feira, após a derrota por 2 a 1 para o Juventude, ele havia dito que a diretoria precisaria 'intervir' no elenco.

"Coisas internas se revolvem em casa. E as coisas internas já foram resolvidas entre diretoria e jogador e jogador e jogador. Nós sabemos que temos condições de sair dessa situação. Temos um elenco forte, de qualidade. Já demonstramos isso na Libertadores e até mesmo no Brasileirão. Cabe a nós nos unir e sair dessa situação", disse.

Para Maicon, um motivos da queda de rendimento do São Paulo foi a troca de técnico inesperada, além da saída de jogadores importantes, como por exemplo, Paulo Henrique Ganso, negociado com o Sevilla. "Nada justifica nosso rendimento em campo, mas isso desestabiliza um pouco", afirma.

O São Paulo volta a campo neste domigo e enfrenta o Coritiba pelo Campeonato Brasileiro. O sábado, porém, promete ser tenso. As principais torcidas organizadas do time farão um protesto neste sábado na porta do CT da Barra Funda. Os alvos são o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e o diretor executivo Gustavo Oliveira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.