Alex Silva/Estadão - 20/11/2012
Alex Silva/Estadão - 20/11/2012

Maikon Leite conquista vitória sobre o Palmeiras na Justiça Trabalhista

Atacante reverte condenação por ter de pagar honorários advocatícios para o clube

Redação, O Estado de S. Paulo

03 de abril de 2019 | 04h30

O atacante Maikon Leite, do Brasiliense, garantiu nos últimos dias uma vitória na Justiça do Trabalho sobre Palmeiras e Sport. Após ter sido condenado a pagar honorários advocatícios de quase R$ 80 mil aos dois clubes, o jogador agora conseguiu através de um recurso reverter a condenação, já que sentença divulgada nesta terça-feira determinou a revisão da pena.

Além de não ter mais de pagar o montante, Maikon Leite vai receber o valor de multas rescisórias não pagas. O atacante ingressou com o processo em novembro de 2017, em que cobrou do Palmeiras valores referentes ao período do seu contrato com o clube, de junho de 2011 a junho de 2016. O atacante reclamou que ao longo do vínculo, foi emprestado quatro vezes para outras equipes e deixou de receber acertos trabalhistas.

O acórdão absolveu o jogador de pagar honorários advocatícios sucumbenciais no valor de R$ 29,5 mil ao Palmeiras e R$ 49 mil para o Sport. Maikon também terá de receber benefícios como verbas sobre as férias e alguns benefícios como parcelas do 13º salário, R$ 7,2 mil de direito de imagem e reflexos dos prêmios pagos pelo Palmeiras nos 13º salários.

Maikon Leite tem 30 anos e desde fevereiro deste ano defende o Brasiliense. O atacante tem quatro partidas e um gol marcado neste ano. Antes do time do Distrito Federal, ele defendeu nos anos anteriores Bahia, Ceará e Figueirense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.