Adam Davy/Reuters
Adam Davy/Reuters

Maior artilheiro da história do City, Agüero deixará o clube ao fim da temporada

Argentino de 32 anos estará livre para assinar com qualquer time de graça; ele ganhará uma estátua no Etihad Stadium

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de março de 2021 | 18h25

O atacante argentino Sergio Agüero e o Manchester City optaram pelo fim da longa e vitoriosa relação. O goleador não terá seu contrato renovado ao fim da temporada, segundo informações oficiais do próprio clube inglês. O atual vínculo está perto do fim e o goleador estará disponível no mercado para assinar com qualquer time, de graça.

Hoje com 32 anos, Agüero chegou ao City em 2011, vindo do Atlético de Madrid. Sua contratação pelo time de Manchester se deu em um acordo que também envolveu negociações com a Juventus, da Itália, e com o Barcelona, da Espanha. Ele é o maior artilheiro da história do clube, com 257 gols em 384 partidas. "A contribuição de Sergio (Agüero) para o Manchester City na última década não pode ser subestimada", declarou Khaldoon Al Mubarak, dono da equipe.

"Seu legado ficará definitivamente marcado na memória de todos que amam o clube, e talvez até naqueles que simplesmente amam o futebol", disse o dirigente. "Este ainda não é o momento de discursos e despedidas. Ainda há muito a se conquistar no tempo que nos resta, e estamos ansiosos pelos desafios que ainda temos pela frente."

Agüero tem sofrido com recorrentes problemas de lesões há mais de um ano, tendo sido limitado a apenas oito jogos no Campeonato Inglês nesta temporada, balançando as redes adversárias apenas uma vez. Desde outubro do ano passado, ele foi titular apenas duas vezes. Em comunicado nas redes sociais, o atacante disse que tem 'uma grande sensação de satisfação e orgulho'.

O Manchester City declarou ainda que Sergio Agüero terá uma estátua inaugurada no Etihad Stadium, ao lado de seus companheiros Vincent Kompany e David Silva. "Também estamos ansiosos a dar a ele uma despedida adequada no fim da temporada", completou Al Mubarak.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.