Rafael Ribeiro/Vasco.com.br
Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Maior reforço do Vasco no ano, Maxi López exalta torcida em apresentação

Atacante argentino, com passagem pelo Grêmio, assinou contrato até 31 de dezembro de 2019

Estadão Conteúdo

17 de julho de 2018 | 21h58

A diretoria do Vasco apresentou nesta terça-feira seu maior reforço da temporada 2018. O atacante argentino Maxi López, com passagem pelo Grêmio, assinou contrato até 31 de dezembro de 2019 e aproveitou a oportunidade para exaltar o novo clube e sua torcida, que conheceu na segunda-feira.

+ Jorginho lamenta eliminação, mas exalta luta e organização tática do Vasco

"Para mim, é uma oportunidade muito importante vir para um grande time. Falei antes que estava com vontade de voltar ao Brasil. Me senti importante quando meu empresário falou do Vasco", disse o argentino, ao ser apresentado oficialmente no clube, pelo presidente Alexandre Campello.

"Quando me falaram do Vasco, eu falei 100% sim. É uma coisa importante, deixei minha família toda na Itália. Aceitei pelo projeto, por ser o centro de uma equipe, com muitos jovens e me empolguei. É um projeto que eu queria seguir, voltar ao Brasil", afirmou o reforço vascaíno.

Maxi López desembarcou no Rio de Janeiro na segunda-feira. E foi direto para o estádio, onde assistiu à vitória do Vasco sobre o Bahia por 2 a 0, pelo jogo da volta das oitavas de final da Copa do Brasil - o time carioca foi eliminado porque perdera na ida pelo placar de 3 a 0.

No estádio, o argentino teve a oportunidade de conhecer a torcida vascaína. E, apesar do tumulto nas arquibancadas após a eliminação, o atacante se disse encantado com os torcedores. "Durante o jogo que acompanhei, vi a equipe muito aguerrida, com muita raça. Consegui assistir o jogo de segunda-feira e fiquei apaixonado pela torcida. Vou fazer o melhor trabalho possível para dar alegria aos torcedores."

Com 34 anos, o argentino iniciou sua carreira em 2001 no River Plate. Quatro anos depois, foi negociado com o Barcelona, onde chegou a jogar ao lado de Ronaldinho Gaúcho e Lionel Messi. Sem destaque no clube catalão, o argentino circulou por diversos times da Europa, com passagens por Milan, Torino e Udinese, onde jogou na última temporada europeia.

Em 2009, o atacante teve sua única experiência no futebol brasileiro. Ele atuou durante uma temporada pelo Grêmio, sem maior destaque, e acabou voltando para a Europa, onde passou a jogar no futebol italiano.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoMaxi López

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.