Nilton Fukuda|Estadão
Nilton Fukuda|Estadão

Maior rival de Tite no Brasileiro é o desmanche

Corinthians estreia contra o Grêmio e pode perder mais jogadores

VÍTOR MARQUES, O ESTADO DE S.PAULO

15 de maio de 2016 | 08h00

Esqueça o Corinthians campeão de 2015. O time que estreia neste domingo diante do Grêmio, às 16 horas, em Itaquera, deu adeus a seis titulares em cinco meses e pode perder mais dois. O desmanche (outro) é o maior rival de Tite, técnico que conquistou os títulos do Brasileiro de 2011 e 2015.

Se em janeiro saíram Gil, Ralf, Jadson, Renato Augusto, Vagner Love e Malcom, os próximos jogadores que devem ser negociados são Elias e Felipe. “Se a China não tirar ninguém no segundo semestre já é um ótimo reforço”, disse o treinador.

Por isso Tite pediu ao menos dois reforços para a sequência da temporada. A análise da comissão técnica é a de que o Corinthians sentiu a falta de um articulador de jogadas e, principalmente, um centroavante. Love, que começou mal 2015, terminou o ano como um dos artilheiros do time e foi importante na conquista do título Brasileiro. Já André, contratado para substituí-lo, teve um desempenho abaixo do esperado e foi muito criticado após perder um pênalti contra o Nacional, nas oitavas de final da Libertadores.

As eliminações no Paulistão e no Campeonato Brasileiro, além de colocar pressão no time, colocaram em dúvida o real poder do Corinthians para o Campeonato Brasileiro. O time lutará pelo título ou brigará apenas por um lugar no G-4. “Qual o objetivo do Corinthians? É crescer, se harmonizar e buscar uma vaga na Libertadores. A equipe está sendo construída para ser campeã no ano que vem, mas não vamos abrir mão disso”, afirma Tite.

Nesse processo de reconstrução, o técnico vai dar mais espaço a jogadores ainda pouco utilizados. Marquinhos Gabriel é um exemplo. Ele só atuou em um jogo até agora, na eliminação para o Nacional, e pode ganhar espaço no time titular. Marlone, outro reforço para 2016, se machucou e teve poucas chances como titular. Guilherme, que virou reserva, pode mudar de posição e ser melhor aproveitado.

E até mesmo Cristian, que estava encostado, voltou a treinar bem, melhorou a parte física e vai ganhar chances no time titular. “O Marquinhos só jogou 45 minutos. Temos de encontrar alternativas de atletas, mas o sistema (a formação tática) precisa de mais tempo mais.”

Essas são as armas de Tite para manter o Corinthians no pelotão de frente do Brasileiro. A chave é repetir a campanha de 2015: vencendo a maioria dos jogos em Itaquera e buscar um ponto fora de casa. 

Para o jogo contra o Grêmio, Tite testou algumas variações durante a semana, mas indicou uma mudança importante no ataque: Romero ganhou a posição de Lucca. Na zaga, Balbuena é o novo titular, pois Yago está suspenso por ter sido pego em exame antidoping. Já Roger Machado, técnico do Grêmio, tem uma dúvida no ataque. Bobô e Everton disputam um lugar no time.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias e Giovanni Augusto; Rodriguinho, André e Romero. Técnico: Tite.

GRÊMIO:  Marcelo Grohe; Ramiro, Pedro Geromel. Fred e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Giuliano, Luan e Miller Bolaños; Bobô. Técnico: Roger Machado. 

Juiz: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Local: Arena Corinthians

Horário: 16 horas.

Na TV: Globo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.