Maioria dos torcedores italianos defende paralisação

A maioria dos torcedores italianos se mostrou favorável a uma longa paralisação do futebol no país para acabar com a violência dentro e fora dos estádios, enquanto outros 20% acham que as competições desta temporada deviam ser suspensas. Os dados fazem parte de uma pesquisa feita por uma empresa de marketing do país. Na última sexta-feira, um policial morreu vítima de um forte golpe no abdômen em meio aos distúrbios das torcidas de Catania e Palermo, que se enfrentaram pelo Campeonato Italiano. O fato provocou a paralisação de todas as competições no país e uma série de reuniões para discutir medidas de segurança nos estádios. Segundo a pesquisa, 34% dos italianos consideram justa uma paralisação de pelo menos um mês, enquanto 20% querem a suspensão total da competição e praticamente o restante prefere uma parada pelo tempo equivalente a uma ou duas rodadas. Em relação às medidas estipuladas pelo Governo italiano para prevenir a violência nos estádios, 57% se disseram a favor, considerando-as muito eficazes. Por outro lado, 40% acham as medidas pouco significativas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.