Andrade Gutierrez/Divulgação - 16/7/2013
Andrade Gutierrez/Divulgação - 16/7/2013

Mais atrasada, Arena da Amazônia está só 68% pronta

Previsão é que os primeiros dez mil assentos cheguem a Manaus só no próximo mês

AE, Agência Estado

25 de julho de 2013 | 14h28

MANAUS - Único estádio da região Norte do País na Copa do Mundo de 2014, a Arena da Amazônica chegou neste mês de julho a 68% de conclusão de suas obras. Desta forma, o estádio de Manaus é o que está mais atrasado dentre os que precisarão ser entregues à Fifa até dezembro. Outras seis arenas já foram inauguradas e utilizadas na Copa das Confederações.

Dentre os restantes, o que está com obras mais adiantadas, segundo os últimos balanços divulgados pelo Comitê Organizador Local (COL), é o Itaquerão, que chegou a 82% de conclusão no mês em junho. A Arena Dunas, de Natal, última a iniciar obras, já tinha 78,25% de suas etapas concluídas no mês de junho.

Em maio, a Arena Pantanal (Cuiabá) estava com 73,72% das suas obras concluídas, número semelhante ao do beira-rio (Porto Alegre), que chegou a 74% em junho. Já a Arena da Baixada (Curitiba) estava 71,43% concluída há cerca de 10 dias.

Atrasada, a Arena Amazônia tem a previsão de que as cadeiras comecem a ser montadas em agosto e o gramado seja plantado em setembro. "A montagem da fachada e cobertura está entrando em ritmo mais acelerado e em paralelo temos a preocupação em manter o restante da obra dentro do cronograma para entregarmos o estádio em dezembro", afirmou o coordenador da Unidade Gestora do Projeto da Copa (UGP COPA), Miguel Capobiango Neto.

De acordo com ele, a previsão é que os primeiros dez mil assentos cheguem a Manaus no próximo mês. Outra frente de trabalho coloca os revestimentos de piso e parede. Nos camarotes dos setores sul e leste já estão sendo colocados os porcelanatos do piso. Em toda a arena estão sendo montados os dutos de ar-condicionado, instalações elétricas, contra incêndio e demais cabeamentos.

A partir de setembro terá início a fixação das membranas sintéticas que vão fechar a estrutura metálica, dando a forma final do novo estádio. A Arena da Amazônia vai sediar apenas quatro partidas da Copa do Mundo de 2014, todas da primeira fase.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.