Mais de 100 torcedores são detidos em brigas durante clássico carioca

Primeiro confronto, registrado em uma estação de trem, leva 87 pessoas para o Jecrim; mais tarde, vascaínos brigam entre si

Mariana Durão, O Estado de S. Paulo

22 de fevereiro de 2015 | 17h51

Atualizado às 20h40

A Polícia Militar prendeu 123 torcedores de Vasco e Fluminense que se envolveram em brigas na tarde deste domingo. Na primeira, registrada na estação de trem do Méier, na zona norte do Rio de Janeiro, horas antes do jogo disputado no Engenhão, 87 pessoas foram detidas. Em outra confusão, duas facções de torcidas organizadas do Vasco entraram em confronto e 20 pessoas foram encaminhadas para a delegacia.

Segundo o comando do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (GEPE), os torcedores presos, foram encaminhados para o Juizado Especial Criminal (Jecrim), que fica dentro do Engenhão. O policiamento no entorno do estádio foi reforçado. São 450 policiais militares incumbidos de policiar a região.

Os enfrentamentos de torcedores antes dos clássicos têm sido bastante comuns nos últimos anos, especialmente nas imediações de estações ferroviárias e terminais de ônibus de bairros na zona norte próximos aos estádios do Maracanã e do Engenhão, como é o caso do Méier.

O tenente-coronel João Fiorentini Guimarães, comandante do Gepe, disse que torcedores agrediam os adversários com pedaços de pau e pedregulhos. Também foram atirados rojões entre os torcedores inimigos que se enfrentavam dentro da estação do Méier. Não há informação sobre feridos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.