Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Mais forte como visitante, Palmeiras tenta recuperar força em casa

Equipe recebe o Inter, no Pacaembu, para tentar melhorar aproveitamento como mandante, que está abaixo da média

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

22 de abril de 2018 | 07h00

O primeiro jogo do Palmeiras como mandante no Campeonato Brasileiro servirá para o time recuperar um antigo poderio. Contra o Inter, no Pacaembu, às 16h, neste domingo, a equipe precisa voltar a ser forte dentro de casa, atributo perdido nesta temporada. A equipe até agora tem se dado melhor como visitante, com 83% de aproveitamento dos pontos, ante 64% quando joga dentro dos próprios domínios.

+ Lucas Lima perde espaço e vê sonho da Copa distante

+ Tabela do Campeonato Brasileiro

A fraqueza como mandante ajuda a explicar o motivo de o time chegar para a partida em momento ruim. São três jogos sem ganhar, maior série da temporada. Nesse período, o time deixou escapar dentro de casa o título do Campeonato Paulista, com a derrota por 1 a 0 para o Corinthians, e levou no último minuto o gol que decretou o empate em 1 a 1 com o Boca Juniors, pela Copa Libertadores.

"Ligamos a luz de alerta pelos três últimos resultados. O futebol requer resposta imediata aos momentos de instabilidade. O próximo jogo nos dá essa oportunidade", disse o técnico Roger Machado.

O Palmeiras conseguiu realizar grandes campanhas nos últimos anos graças à força como mandante. Apesar de não ter conquistado títulos no ano passado, ganhou 71% dos pontos disputados dentro de casa. Quando foi campeão brasileiro, em 2016, o aproveitamento foi de 70% e, na Copa do Brasil, em 2015, foi ainda melhor: 89%.

Diante do Inter a equipe não terá o Allianz Parque. O local está cedido para o show da banda inglesa Radiohead. "O jogo com o Inter será duro e disputado. Vamos precisar do apoio do torcedor, nesse jogo especialmente por não ser na arena", afirmou o treinador.

Mas mesmo na arena o Palmeiras não tem ido bem em 2018. Neste ano, já teve três derrotas como mandante, quase o mesmo número de todo o ano passado, quatro. O desempenho defensivo explica essa marca: foram 12 gols sofridos no ano, nove deles em casa.

Para ajudar a melhorar essa marca, Roger vai mexer na defesa. O zagueiro Edu Dracena, de 36 anos, será titular pela primeira vez no ano e ganha a vaga de Thiago Martins. 

O ataque tem o retorno de Borja, recuperado de dores no joelho direito. Um teste importante que deve ser feito é a saída de Lucas Lima. O meia teve atuações ruins nos últimos jogos. Moisés deve ser o substituto.

INTER

Eliminado na Copa do Brasil no meio de semana pelo Vitória, em Salvador, a equipe gaúcha conta com o retorno do atacante Leandro Damião. Recuperado de lesão na coluna após dois meses parado, ele integra o grupo, mas deve iniciar a partida como opção de banco. Na primeira rodada o Inter bateu o Bahia, no Beira-Rio, por 2 a 0.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X INTER

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés; Dudu, Keno e Borja. Técnico: Roger Machado 

INTER: Marcelo Lomba; Edenílson, Klaus, Cuesta e Iago; R. Dourado, Gabriel Dias, Patrick, Camilo e Nico López; W. Pottker. Técnico: Odair Hellmann. 

Juiz: Marcelo de Lima Henrique

Local: Pacaembu

Horário: 16h

Na TV: Pay-per-view

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.