Trevor Ruszkowski/USA TODAY Sports
Trevor Ruszkowski/USA TODAY Sports

Major League Soccer surpreende e fecha acordo com Apple para transmissão de jogos

Contrato será válido por dez anos e deve movimentar mais de US$ 2 bilhões (cerca de R$ 10 bilhões)

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2022 | 18h43

Um acordo surpreendente movimentou o mercado de transmissões esportivas durante esta terça-feira (14). A Major League Soccer (MLS) e a Apple anunciaram um acordo para transmissão dos jogos da competição pelos próximos dez anos. O acordo entra em vigência a partir de 2023 e terá a Apple TV como plataforma exclusiva. Estima-se que o contrato deva movimentar mais de US$ 2 bilhões durante este período. A parceria também será válida para a Copa das Ligas e partidas da MLS Next Pro e MLS Next.

Além da exibição dos jogos, que serão transmitidos ao vivo por streaming, também será disponibilizado um programa semanal e alguns destaques das rodadas por meio de programação produzidas pela própria plataforma, isso sem custo adicional para assinantes do Apple TV+, com um número limitado de partidas disponíveis gratuitamente. O acesso ao novo serviço de streaming da MLS será incluído como parte dos pacotes de ingressos da temporada completa da MLS.

“Pela primeira vez na história do esporte, os fãs poderão acessar tudo de uma grande liga profissional de esportes em um só lugar. É um sonho tornado realidade para os fãs da MLS, fãs de futebol e todos os que amam esportes. Sem fragmentação, sem frustração, apenas a flexibilidade de se inscrever em um serviço conveniente que oferece tudo MLS, em qualquer lugar e a qualquer hora que você quiser assistir. Mal podemos esperar para tornar mais fácil para ainda mais pessoas se apaixonarem pela MLS e torcer pelo seu clube favorito”, disse Eddy Cue, vice-presidente sênior de Serviços da Apple. Atualmente, os jogos da MLS são exibidos na ESPN +, ESPN, ABC e Fox Sports.

Para Bruno Maia, executivo de inovação no esporte e CEO da Feel The Match, empresa que produz conteúdos esportivos para streaming, o investimento da Apple na MLS apenas comprova uma tendência que já vinha acontecendo.

"A Apple TV vem confirmando a importância de combinar o esporte ao vivo com conteúdos complementares para o consumidor seguir navegando depois que a partida acabar. Ela já vem investindo gradativamente em ligas norte-americanas, especialmente de hóquei e beisebol. A chegada na MLS mostra um posicionamento em esportes importantes para o mercado norte-americano", explica.

Para o advogado especializado em direito desportivo, Eduardo Carlezzo, o acordo entre as duas partes pode ser considerado impressionante para o mercado do futebol. "Estamos falando do prazo, do significado da marca Apple e o fato que de que todos os jogos serão transmitidos pela Apple TV. Além disso, a MLS terá participação sobre receita gerada pela assinatura do pacote de jogos. No futebol não estamos acostumados a acordos de transmissão de tão longa duração. Normalmente, seguindo o padrão das principais ligas europeias, são três anos. Contudo, o mercado americano tem uma lógica diferente e, por exemplo, no ano passado NFL e Disney também fecharam acordo por 10 anos", apontou.

Outra novidade divulgada no acordo é que, no lançamento, todas as partidas da MLS e da Leagues Cup incluirão locutores chamando a ação em inglês e espanhol, e todas as partidas envolvendo equipes canadenses estarão disponíveis em francês.

"O mais interessante no movimento deles é vê-los investindo ao mesmo tempo em conteúdos que apostam no esporte fora das competições, com muito êxito. É deles séries de referência como as da vida de Magic Johnson, The Greatness Code ou mesmo Ted Lasso, que é ficcional, baseada na história de um treinador", complementa Bruno Maia, que também é diretor e produtor da série 'Romário, o Cara', que será exibido pela HBO+.

"Sempre houve uma grande expectativa quanto a uma entrada forte das big techs no mercado de transmissão esportiva. Demorou mais do que o previsto, mas ocorreu. Cabe agora ver os efeitos que isso causará nos competidores", concluiu Eduardo Carlezzo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMLS [Major League Soccer]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.