Alberto Martin/EFE
Alberto Martin/EFE

Málaga perde fora do Rayo Vallecano e vê vaga  ficar mais distante

Equipe busca se garantir na Liga Europa da próxima temporada

Estadão Conteúdo

21 Março 2015 | 20h33

O Málaga perdeu neste sábado para o Rayo Vallecano por 1 a 0, pela 28ª rodada do Campeonato Espanhol, e viu a vaga na Liga Europa da próxima temporada mais distante. A equipe do sul da Espanha parou nos 44 pontos, em sétimo lugar. O Villarreal, que está em sexto, tem 49 pontos e encara neste domingo o Sevilla, em seus domínios. Caso vença, aumenta ainda mais a diferença para o Málaga. Nos outros jogos de sábado, o Levante perdeu em casa para o Celta, 1 a 0, o Athletic Bilbao se aproximou do próprio Málaga ao bater em casa o Almeria por 2 a 1, e o Granada ficou no empate por 0 a 0 com o Eibar, permanecendo na zona de rebaixamento.

Em outra partida decepcionante, o Málaga, que venceu nesta temporada o Barcelona de Messi e Neymar no Camp Nou por 1 a 0, voltou a decepcionar e a perder mais um duelo no Espanhol. Desta vez foi o Rayo Vallecano, que venceu o confronto com gol do francês Gael Kakuta, aos 22 minutos de jogo. O Málaga mantém a fase ruim, com apenas quatro pontos conquistados nos últimos 18 pontos disputados.

Na cidade de Bilbao, o Athletic mostrou que está em franca recuperação e preparado para a final da Copa do Rei, contra o Bracelona. A equipe basca venceu o Almeria em um jogo com forte marcação por 2 a 1 e ratificou a oitava colocação, com 39 pontos. Os gols da partida foram todos marcados por jogadores do Athletic. Etxeita e Mikel Rico marcaram a favor e Balenziaga fez contra.

Em Valência, o Levante não conseguiu encontrar seu estilo e perdeu para o Celta de Vigo, 1 a 0, gol de Charles. O Celta está em nono lugar, com 35 pontos, e o Levante permanece na zona de rebaixamento, com 25 pontos. Já o Granada, por sua vez, jogando em casa, também não conseguiu superar a retranca armada pelo Eibar e não saiu do 0 a 0. Com o resultado, a equipe continua com 23 pontos, na zona da degola. O Eibar subiu para 28 pontos, e está em 14º lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.