Lluis genje/AFP
Lluis genje/AFP

Malcom marca, Vinicius Junior se destaca e Barça e Real empatam pela Copa do Rei

Rivais espanhóis ficam no 1 a 1 pelo jogo de ida na semifinal da Copa do Rei, no Camp Nou

Redação, Estadão Conteúdo

06 de fevereiro de 2019 | 20h02

Barcelona e Real Madrid começaram empatados a disputa por uma vaga na final da Copa do Rei. Em clássico com protagonismo brasileiro nesta quarta-feira, no Camp Nou, catalães e madrilenhos ficaram no 1 a 1 e deixaram a decisão para o confronto de volta, que acontecerá no próximo dia 27, no Santiago Bernabéu.

Titular mais uma vez, Vinicius Junior foi o destaque do Real Madrid, que começou em ritmo surpreendente e abriu o placar com Lucas Vázquez. Sem Lionel Messi, que iniciou entre os reservas por causa de um problema na perna direita, Ernesto Valverde apostou no oscilante Malcom e foi recompensado. O brasileiro até demorou para embalar, mas também assumiu o protagonismo do lado catalão e foi responsável pelo gol de empate.

Em meio a uma série de confrontos importantes, o Real terá outro clássico neste sábado, contra o Atlético de Madrid, fora de casa, pelo Campeonato Espanhol. Depois, visita o Ajax pela ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. Já o Barcelona, com calendário teoricamente mais tranquilo, pega o Athletic Bilbao no domingo, fora de casa, pelo Espanhol

O Real começou a partida desta quarta com postura ofensiva e assustou primeiro, em chute de longe de Kroos que parou em grande defesa de Ter Stegen. Aos cinco minutos, o time visitante abriu o placar. Vinicius Junior cruzou para Benzema, que dominou e tocou rasteiro no meio da área, onde Lucas Vázquez chegou para finalizar de primeira para a rede.

O gol fez o Barcelona se lançar ao ataque, enquanto o Real apostava em contra-ataques, nos quais era extremamente perigoso. O time madrilenho pressionava a saída de bola e aproveitou dois erros na saída do adversário para assustar com Vinicius Junior. No primeiro, o brasileiro foi fominha e acabou travado por Piqué. No segundo, tentou a finalização colocada e também parou no zagueiro.

Se Vinicius liderava as ações do Real, rapidamente Malcom assumiu o protagonismo do outro lado e perdeu grande chance aos 19, após enfiada de Suárez, mas o árbitro assinalou impedimento inexistente. Aos 31, o próprio brasileiro cobrou falta na cabeça de Rakitic, que acertou o travessão.

Malcom ainda construiu grande jogada aos 34 para Suárez, que parou em ótima defesa de Navas. Mas foi só no segundo tempo que o ex-corintiano desencantou. Aos 12 minutos, Alba recebeu lançamento em profundidade e dividiu com Navas. Suárez aproveitou a sobra e acertou a trave. Em novo rebote, Malcom dominou e finalizou para a rede.

Embalado pelo empate, Ernesto Valverde lançou a campo Lionel Messi, e o Barcelona tomou conta da partida. Satisfeitos com o resultados e diante do volume catalão, os madrilenhos trataram de se fechar e foram competentes nesta tarefa. Nos minutos finais, até se lançaram ao ataque e chegaram a ter bom momento com Gareth Bale, que deu um toque a mais na bola e facilitou a vida da defesa catalã.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.