Mali protesta contra Argélia e Angola na Copa Africana

A Federação de Futebol de Mali enviou nesta terça-feira um protesto oficial à Confederação Africana de Futebol (CAF) pelo empate sem gols entre Argélia e Angola, na segunda, pela última rodada do Grupo A da Copa Africana de Nações.

AE-AP, Agencia Estado

19 de janeiro de 2010 | 12h23

Com esse resultado, a seleção de Mali foi eliminada da competição. Enquanto isso, Angola e Argélia conseguiram exatamente o resultado que precisavam para ficar com as duas vagas do grupo nas quartas de final da Copa Africana.

A acusação de Mali é de que Angola e Argélia teriam "combinado" o empate sem gols, sem fazer muito esforço pela vitória, para que ambas se beneficiassem com a classificação.

Dirigente da delegação de Mali, Alassane Souleymane disse que espera que a CAF tome as medidas necessárias para punir as duas seleções. A entidade, por outro lado, ainda não se manifestou sobre o protesto.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa Africana de NaçõesMali

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.